segunda-feira, 11 de julho de 2016

Em clássico regional, Nova Bauru derrota Diamante Negro no encerramento da primeira fase

Ronaldo, treinador do Nova Bauru observa marcação de seu atleta
Foto: Juliano G. Pereira / TNRB
Um clássico movimentadíssimo, com golaço, duas expulsões e gols perdidos cara-a-cara com o goleiro fez valer a manhã de quem compareceu ao estádio Silvio de Magalhães Padilha para a partida de fundo que teve inicio as 10h30 sob o apito de Ricardo Fabris Fontes que trabalhou bastante durante o embate.


O primeiro tempo foi muito corrido para ambos os lados, porém a posse de bole e as investida mais perigosas ficaram com a equipe do Diamante Negro que saiu mais pro jogo, buscando intensamente o ataque e finalizações de longa distância.

Após várias tentativas sem resultado e com o cronômetro chegando ao final, Marcelinho resolveu fazer jogada individual pela direita do campo de ataque e disparar chute com muito efeito, acertando o ângulo direito de Tutti que só observou a bola morrer nos fundo da rede, marcando um golaço e abrindo contagem para o Diamante Negro aos quarenta e um minutos.

Rick (centro) recebe marcação de três defensores do Diamante Negro
Foto: Juliano G. Pereira / TNRB

Ainda na primeira etapa, o Diamante perdeu ótima chance de gol com Diguinho, após cruzamento de Marcelinho da direita pra dentro da grande, o meio-campista chutou por cima do gol.

Além de perder Modesto, que deixou o campo expulso após receber o segundo cartão amarelo, por cometer duas entradas mais duras, fazendo com que o Diamante ficasse com um homem a menos.

Na segunda etapa o Nova Bauru voltou mais ligado, porém com dificuldades de armar as jogadas, devido a forte marcação do adversário, quando aos sete minutos, Farofa faz boa jogada individual se livrando da marcação e ajeitando a bola pro pé direito, disparando chute de fora da grande área, Sudeir dá rebote e Café, livre de marcação só escora pro fundo do gol igualando o marcador.

Sudeir evita gol após cobrança de falta venenosa de Ré pelo lado direito de ataque
Foto: Juliano G. Pereira / TNRB

Forofa viria a ser o destaque da etapa, quando novamente em jogada individual aos vinte e três minutos, desce em velocidade pelo lado esquerdo do campo de ataque chegando a linha de fundo e cruzando na medida para Juninho chegar de trás sem marcação e escorar de pé direito, rasteiro no centro do gol, virando o marcador em favor do Grêmio Nova Bauru que já ouvia os gritos da torcida adversária com os dizeres: "Nosso freguês voltou, nosso freguês voltou...", e que serviu de termômetro para os comandados de Ronaldo se ligarem e sair em busca da vitória.

o Diamante até buscou um equilíbrio na partida, quando em um ataque desperdiçado, o sistema defensivo do Grêmio faz ligação direta ao ataque buscando Café que sozinho, livre de marcação avança em velocidade rumo a grande área, invade e toca na saída de Sudeir, finalizando o marcador que poderia ter ficado maior não não fosse a falta de capricho do meio-campista Rick, que desperdiçou chance incrível ao ficar frente a frente com o  goleiro e isolar a por cima do travessão.

Antes do apito final do árbitro, Muller do Diamante Negro também deixou o campo expulso, após entrada violenta, recebendo o cartão vermelho, complicando ainda mais a situação do Dragão da Vila São Paulo que acabou ficando com dois atletas a menos até o término da partida.

Agora o campeonato pausa para disputa das partidas que estavam atrasadas devida a forte chuva que alagou dois distritais e assim a competição volta ao normal no dia 24/07 quando inicia a segunda fase da Copa Semel.


Nenhum comentário:

Postar um comentário