domingo, 7 de agosto de 2016

Clássico entre Redentor e Parquinho fica no empate

Zaga do Peba afasta perigo, após ataque do Parquinho
Foto: Juliano G. Pereira / TNRB

Foi realizada na tarde do último sábado (6/8) a oitava e última rodada da segunda fase da Copa Golden Master com o clássico Redentor e Parquinho que chamou a atenção pela movimentação de ambas equipes que buscaram o gol o tempo todo.


Pela partida preliminar o RessacaFC/Independência FC derrotou o Geisel EC pelo placar de 2 à 1 em duelo marcado pela polêmica sobre a não expulsão do atleta Jet do Indepa após uma entrada mais dura no atleta do Geisel e consequentemente pelo gol anotado pelo mesmo atleta.

O Jogo

Situações à parte, o clássico foi tomado pela rivalidade de ambas equipes que mesmo estando classificadas, mostrou um poderio ofensivo grande e buscavam incessantemente o gol, quando em uma jogada do ataque do Parquinho, Marquinhos saiu livre pela direita após troca de passas com Marcinho, cruzando para dentro da grande área, encontrando o mesmo Marcinho, que dominou e bateu no centro do gol, mas o assistente Vinicius assinalou impedimento do lateral-direito aos 6 minutos.

Após um equilíbrio por boa parte da etapa, recebe ótimo lançamento em profundidade, a bola quica na frente do atacante que faz a proteção, percebe a saída de Elizier e toca por cobertura, marcando um belo gol em favor do Parquinho aos 29 minutos jogados da primeira etapa.

Após o primeiro gol, ambas equipes buscaram o resguardo e fizeram troca de passes gastando o tempo e uma jogada ou outra tentavam o arremate sem precisão não dando trabalho aos defensores, encerrando o primeiro péríodo com o tricolor do PVA em vantagem no marcador.

Já no segundo tempo o Redentor voltou mais ligado e logo aos 8 minutos, Barriri que viria a se destacar na partida, fez cobrança de flata perigosa pelo lado direito do campo de ataque, obrigando Binho a fazer defesa dificílima, espalmando para escanteio.

Marcinho (esq.) e André (dir) em disputa de bola na partida desse sábado 6/8
Foto: Juliano G. Pereira / TNRB

Com 16 minutos de tempo corrido, Bariri, novamente em cobrança de falta acerta belo chuto no ângulo esquerdo de Binho que nada pode fazer e ficou observando a bola morrer no fundo da rede igualando o marcador para o Peba.

Aos 31 minutos, Marcinho fica com a bola após a zaga do Redentor afastar parcialmente a cobrança de escanteio, André que tentava o desarme do lateral, acabou derrubando Marcinho dentro da grande área e o árbitro assinalou pênalti batido e convertido por Edil, acertando o canto direito de Elizier que acertou o canto mas não evitou o Parque de retomar a frente do placar.

Já no final da partida, por volta dos 39 minutos, o lateral esquerdo Toninho do Peba, faz ótimo lançamento para Fenê pela direita do campo de ataque, o meia não consegue dominar e a bola sobra para Lucianinho, que dentro da grande área dispara chute forte, cruzado acertando o canto direito de Binho, igualando o marcador novamente.

Já no apagar das luzes, Lucianinho desperdiça ótima oportunidade de selar o placar da partida em favor de sua equipe, após ficar livre de marcação dentro da grande área pelo lado direito, arrematar o chute cruzado e acertar o peste esquerdo de Binho que já estava batido no lance.

Escalação

EC Redentor: 1 - Elizier, 2 - Paulinho (18 - Lucianinho), 3 - Valder, 5 - Vampeta, 6 - Toninho, 7 - Ricardinho (17 - Idalgo), 8 - Fenê, 9 - Ed, 10 - Bariri, 14 - Airton, 15 - André, Técnico: Zé Maria.

Parquinho FC: 1 - Binho, 2 - Marquinhos (19 - Betão), 6 - Rato, 8 - Fernando, 9 - Edil, 16 - Celinho, 17 - Marcinho, 20 - Dito (21 - Mingal), 25 - Didi, 26 - Fesso, 49 - Fábio Bocão, Técnico: Zum


Nenhum comentário:

Postar um comentário