quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Além dos Números #9 - O fim da irresponsabilidade

Eis que a irresponsabilidade e exposição desnecessária de nossos garotos irá acabar. A partida de hoje às 20 horas em Sorocaba marcará os retornos de Jefferson, Leo Meindl e Gui Santos (este ultimo, volta após um período lesionado) e as estreias de Valtinho e Shilton com a camisa Bauruense. 

Sempre fui e sempre serei um defensor da formação e utilização de jogadores das categorias de base dentro da equipe adulta. Acho que a sustentação de um time passa justamente por esse ponto. 

Um dia a fonte seca, isso é mais do que natural na conjuntura econômica que vivemos, mas creio que não usamos os garotos da melhor forma que poderíamos nesse inicio de temporada. Muita coisa aconteceu nesses 10 jogos, em muitos momentos colocamos um boxeador com uma luta no cartel profissional no ringue contra um campeão com casa cheia e torcida contra nos poupando. 



A mescla seria muito mais positiva para a equipe, mas negligenciaram ao ponto de tomarem essa atitude nociva ao desenvolvimento de todos. Óbvio que alguns jogadores mostraram muito potencial, mas não podemos condenar quem não foi bem. 


pivô Maicão em atuação contra o Paulistano
Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket

Agora é hora de mostrar que realmente EXISTIU um planejamento e saber extrair de cada garoto em sua categoria o que ele tem de mais positivo, uma pena o time ter demitido o seu melhor formador de jogadores (Jhonathan Cintra) isso coloca ainda mais dúvida na continuidade do trabalho.

Fato é: Agora que temos os adultos de volta, passamos a ter outra conotação dentro do campeonato. Agora entramos nos jogos com a obrigação de vencer se é que temos a ambição de ir longe nesse Campeonato Paulista. 

Temos 8 jogos para serem realizados, desses 8 jogaremos 6 deles em Bauru e a matemática é simples, com 4 vitorias o time garante a classificação para os playoffs. Algo totalmente palpável, porém a margem de erro é baixa e precisamos nos recuperar a partir de logo mais quando enfrentaremos um time que já vencemos e que disputa a classificação conosco. 

Deverá faltar aquela coletividade devido a falta de testes em situação de jogo com essa nova equipe, mas minha expectativa é que as individualidades nos tirem do buraco. As bolas de 3 de Jefferson, a saída rápida em contra-ataque de Leo Meindl, a forte presença de garrafão de Shilton e Maicão e toda a experiencia e leitura de jogo de Valtinho. Esse time naturalmente dará caldo. Todavia, deveria ter dado caldo antes...


ala Robert Day em partida diante do Washington Wizards
Foto: Caio Casagrande/Bauru Basket


-> Caso Robert Day: O jogador voltou à Bauru essa semana. Existia até uma esperança de que o negócio fosse concretizado com sucesso nesse momento. Entretanto a diretoria bauruense ainda não conseguiu custear a renovação do atleta. Renovação essa que ainda não está descartada, o acordo pode acontecer a qualquer momento, mas por hora ainda não existe nada concreto e o camisa 31 está inclusive retornando hoje para os Estados Unidos. Vale lembrar que se ele voltar a jogar profissionalmente será em Bauru, caso contrario não existirá negócio.

-> Caso Paulinho Boracini: O armador tem participado das atividades físicas junto com o time, existe a necessidade de um jogador para essa posição e existe uma pré disposição do jogador de permanecer em Bauru também. Não é uma negociação fácil, mas até por falta de opções que se encaixem dentro do orçamento do time no mercado pode vir a ser concretizada com um final feliz.


Nenhum comentário:

Postar um comentário