terça-feira, 15 de agosto de 2017

Vôlei Bauru estreia com derrota no Campeonato Paulista

Por Juliano Gomes
Vôlei Bauru não fez a estreia esperada e foi derrotado pelo Sesi em Santo André
Foto: Raphael Amoroso / Fiesp

Equipe bauruense foi superada pelo Sesi jogando fora de casa na rodada de abertura do campeonato estadual; Paula Pequeno sente desconforto no pé esquerdo e passará por avaliação.


Não foi um bom começo para o Vôlei Bauru na abertura do Campeonato Paulista, já que a derrota foi inevitável devido a quantidade de erros cometidos pelas bauruenses durante a partida somada ao embalo das paulistanas que vem de boa sequência de jogos, após disputarem a Taça Ouro e a Copa São Paulo.

Pelo lado bauruense as maiores pontuadoras foram a oposta Helô, com 21 pontos, a ponteira Dayse com 15 e a central Angélica com 13. De acordo com o técnico interino Fabiano Kwiek, a quantidade de erros cometidos pelo time culminaram na derrota na estreia. "A quantidade de erros que cometemos foi absurda e não dá para sustentar um jogo assim. Tivemos dificuldades para jogar, enquanto o Sesi atuou solto e num ritmo de jogo diferente do nosso após já terem disputado a Taça Ouro e a Copa São Paulo. Tivemos muitas dificuldades para passar e para virar as bolas e não conseguimos jogar com o passe nas mãos das levantadoras, o que foi muito difícil pra gente", analisou o treinador.

Na visão do treinador, alguns fundamentos precisarão passar por aprimoramento já que a equipe volta a quadra na próxima terça-feira, 22, quando fará sua estreia no ginásio Panela de Pressão diante do Pinheiros as 19h30. "Principalmente do passe e do saque, porque foi muito complicado".

O jogo

A equipe bauruense foi a quadra com a seguinte formação: Jma, Angélica, Andressa Picussa, Helô, Dayse, Paula Pequeno e Arlene. Nos ´primeiro instantes do confronto, o Vôlei Bauru desfalcou da ponteira Paula Pequeno que sentiu desconforto no pé esquerdo e passará por avaliação médica nessa quarta-feira, 16, para diagnosticar o quadro da atleta.

Sempre em vantagem no marcador, o Sesi se viu ameaçado somente em um momento do duelo quando Bauru encostou no marcador em 19 a 18, porém os erros deixaram as donas da casa abrir diferença e fechar a parcial em 25/20.

Central Angélica oi uma das maiores pontuadoras da equipe bauruense
Foto: Raphael Amoroso / Fiesp

No segundo set, as bauruenses voltaram melhor no confrono e abriram diferença inicial em 6 a 2 forçando o Sesi a pedir tempo. Mesmo com a parada, o time de Bauru se manteve no domínio da parcial e ampliou a diferença para 13 a 5 em ótima passagem de Andressa Picussa. Se aproveitando do saque, bloqueio e contra-ataques, o Vôlei Bauru fecha a parcial em 25/18.

Mais um bom começo de set para a equipe de Bauru que abriu vantagem em 4 a 1 e logo viu o Sesi se aproximar diminuindo o marcador para 5 a 4. O Sesi seguiu na cola até conseguir a virada em 12 a 10 forçando Fabiano a pedir tempo. Bauru insiste nos erros de recepção e vê a adversária abrir 16 a 12 quando o treinador pede tempo novamente. Sem força de reação, as bauruenses vêem as paulistanas ampliar a vantagem para 19 a 12 e com tranquilidade no placar, fechar a parcial em 25/20.

No quarto set, Bauru larga na frene novamente abrindo 6 a 2  e posteriormente fazendo 11 a 8, mas estaciona no bom momento e vê as donas da casa virarem a parcial para 13 a 12 e mais um ponto a favor do Sesi, 14 a 12 fez o técnico Fabiano Kiwiek parar a partida. A parada não adiantou muito e Bauru viu a vantagem aumentar para 17 a 13. Vivo na partida, Bauru encostou no marcador em 20 a 19, disputando ponto a ponto até a equipe bauruense cometer nova falha e o Sesi fechar o set em 25/23 e a partida em 3 sets a 1.

O Paulista

O Campeonato Paulista 2017 será disputado por sete equipes: Osasco, Sesi, Pinheiros, São Caetano, Vôlei Bauru, Valinhos e Barueri. O sistema de disputa prevê turno único, com as equipes se enfrentando dentro do grupo. Por ser o atual campeão, o Osasco já está garantido nas semifinais, enquanto os classificados entre segundo e sétimo disputarão as quartas de final em playoff melhor de dois jogos, com desempate, caso necessário, no golden set (set único disputado logo após a segunda partida). Desta forma, os jogos das quartas de final terão os seguintes confrontos: Grupo B (2º x 7º), Grupo C (3º x 6º) e Grupo D (4º x 5º). O Osasco enfrentará o vencedor do Grupo D em uma das semifinais, enquanto a outra terá os vencedores de B e C.



Nenhum comentário:

Postar um comentário