quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Norusquinha faz história com campanha invejável no Paulista

Por Juliano Gomes
Lance da partida do Norusquinha no estádio Alfredo de Castilho pelo sub-11
Foto: Bruno Freitas / EC Noreoste

Jovens promessas alvirrubra fazem campanha invejável no Campeonato Paulista sub-11 e supera equipes tradicionais como Corinthians e São Paulo.


Esse é apenas o primeiro ano que a equipe sub-11 disputa o Campeonato Paulista da categoria, mas os resultados deixam mostra de uma equipe que amadureceu muito antes do esperado, entendendo a proposta de trabalho implantada pelo técnico Leandro Barbosa, o Mumu e pelo coordenador Paulinho Iacanga.

A campanha de 30 pontos, conquistados em treze jogos, se dá pelo fato da equipe ter conquistado aé o momento nove vitórias, três empates e apenas uma derrota. Na última rodada, os Norusquinhas, como foram apelidados, chegaram ao trigésimo ponto após golearem o Ituano pelo placar de 5 a 2 em Itu, com os gols da vitória sendo marcados por Adati, Vinicinho, Matheus e pelo artilheiro da equipe Galinho, que marcou duas vezes e chegou a marca de seis gols no estadual.

Ao lado do técnico Mumu e do coordenador Paulinho Iacanga, fazem parte da comissão técnica o Auxiliar Gabriel Rodrigues e a secretária Cátia Oliveira.

Campanha superior aos grandes

Classificado com antecedência, o Noroeste possui três pontos à mais que a segunda colocada Ponte Preta e diferença de seis para o terceiro Internacional de Limeira que possui 24 pontos. A campanha alvirrubra, supera ainda, a de equipes tradicionais como Guarani (25 pontos), Marília (25 pontos), Boafogo - SP (22 pontos) e Comercial (15 pontos).

Somados os quatro grupos da competição, a campanha noroestina fica atrás somente das campanhas do atual campeão Palmeiras, que lidera de forma invicta o grupo 3, possuindo 37 pontos e franco favorito ao título de 2017 e do Santos FC, referência na formação de atletas,sendo uma das mais fortes do país.

Técnico Leandro Barbosa, o Mumu orientando os jogadores do Norusca
Foto: Bruno Freitas / EC Noroeste

"Não visamos título, até porque é apenas o primeiro ano desta categoria. Mas os meninos se adaptaram muito rápido ao formato de treinos específicos e os jogos em nível de competição. Nossa campanha poderia ser ainda melhor se os jogos contra os adversários não fossem em cidades tão distantes, mas o resultado de tudo isso, apesar de ser só o início, tem sido muito positivo", disse o técnico Mumu, por meio da assessoria de imprensa noroestina.

O treinador ainda fez um agradecimento aos pais. "O apoio dos pais e familiares tem sido fundamental. Eles estão sempre apoiando na arquibancada dos jogos em casa e alguns viajam para prestigiar os meninos nas partidas em outras cidades também."

O coordenador Paulinho Iacanga também falou sobre o trabalho. "Base é tudo. O Noroeste está no caminho certo. Anteriormente não havia essas categorias menores no clube e daqui para frente já podemos pensar que daqui pouco tempo esses meninos estarão vestindo a camisa do profissional".

Nas outras categorias, o sub-13, sexto colocado com 13 pontos no grupo 1, matematicamente não tem mais chances de classificação. Já o sub-20, quarto colocado do grupo 1 com 31 pontos, ainda não tem a classificação garantida e precisa somar pontos nos três próximos jogos para ficar com a vaga à próxima fase. No ano que vem o Noroeste irá resgatar novamente as categorias sub-15 e sub-17.

Nenhum comentário:

Postar um comentário