Parceiro

Adorada por Vicente, segundona apresenta novo time e retorno de mais quatro em reunião

Postado por Edielson Pereira em 15 de janeiro de 2014, quarta-feira, às 10:33

Foto: Juliano Pereira/TNRB
Na noite desta terça-feira (14/01) aconteceu a 1ª reunião com os clubes interessados em disputar a edição de 2014 da 2ª divisão da Liga Bauruense de Futebol Amador.

Realizada na sala de reuniões "José Euliotério", no prédio da entidade, compareceram representantes de 16 clubes, sendo eles: AA São Jorge (ascendente à 1ª divisão deste ano, mas que abriu mão da vaga), Vila Nova FC e Jaraguá AC (rebaixados da primeirona de 2013), AC Pousadense, CA Boca Juniors, Grêmio Ferraz, Grêmio Ferradura, Paulista FC, SC Corinthians, Tibiriçá EC e Unidos do Ouro Verde FC (remanescentes do ano passado), Fênix FC, Lagoa do Sapo FC, São Manoel FC e Jardim Vitória FC (que estão retornando à disputa) e o Comunidade FC (novo integrante).

Xodó

Antes de anunciar as novidades da temporada ditas um dia antes aos clubes da primeirona, Vicente Silvestre ressaltou seu amor à competição: "Todos sabem e não nego que a 2ª divisão é o meu amor, meu xodó. Vou para meu oitavo ano consecutivo de organização desta competição. Tenho um carinho enorme por ela."

Taxas e repasse de verba pública

Na sequência, Vicente ratificou sobre o valor de R$ 500,00 mantidos para a inscrição do time no campeonato, sobre as alterações no valor da taxa de arbitragem (mínimo de R$ 150,00 por time) e comentou sobre o repasse da verba pública que todos os clubes filiados têm que brigar por uma fatia maior: "A SEMEL organiza três competições e uma delas para mais times de fora do que de dentro da cidade. Temos que criar uma comissão na 1ª e 2ª divisão e brigar por pelo menos R$ 200 mil ao invés dos R$ 120 mil que nos foi passado. Afinal de contas, mediante publicação em Diário Oficial, R$ 600 mil são repassados pela Prefeitura aos campeonatos de Bauru. 'Onde estão' os outros R$ 480 mil?".

Foto: Juliano Pereira/TNRB
Bolas e uniformes

Para 2014, Vicente ressaltou que continuará a obrigatoriedade de cada clube levar a campo duas bolas novas e de qualquer marca. Negou também qualquer tipo de parceria com a empresa que os forneceu o referido material no ano de 2012.

Em relação ao uniforme, o mandatário ressaltou que os clubes deverão levar à campo dois jogos de cores diferentes; pois, afirmou também que o clube mandante na tabela não tem peso nenhum quanto ao poder de escolha da cor do uniforme em que irá atuar: "Se os dois times estão vestidos igualmente, o time mandante não tem a autoridade de não trocar de uniforme pelo simples fato de 'mandar' no jogo. Eles decidem entre si quem irá providenciar a troca. Por isso a obrigação de os dois clubes terem dois jogos diferentes."

Jogos no período da Copa do Mundo

No período de 12/06 à 13/07 acontecerão no Brasil os jogos da Copa do Mundo FIFA. Entretanto, poderá haver conflito de datas com as partidas da segundona, (que acontecem aos finais de semana no período da tarde) e que possivelmente estará entre a 2ª e 3ª fase.

Como obrigatoriamente o país pára para assistir aos jogos da Seleção local, Vicente ressalta que ainda viabilizarão alguma forma de que os jogos da segundona sejam remarcados, já que o W.O não poderá contar neste caso: "Ainda estamos vendo uma maneira de ver como faremos com relação ao conflito de datas, pois na segundona não poderá ser dado o W.O pela ausência de um clube na partida por conta do Mundial. Esse problema por exemplo não acontecerá na 1ª divisão."

Foto: Juliano Pereira/TNRB

Patrocínios frustrados

Quase que por unanimidade na 1ª e 2ª divisão, os clubes reclamaram do aumento da taxa da arbitragem. Entretanto, Vicente os recordou que em duas oportunidades havia viabilizado patrocínios para a Liga Bauruense que ajudaria a arcar com as despesas em torno dos R$ 6.000,00 mensais além de bancar os campeonatos: "Em 2011, através do Vereador José Roberto Segalla, nós conseguimos uma empresa multinacional que estamparia na camisa de todos os clubes da 1ª e 2ª divisão (aprox. 50 times) de forma 'master' sua logomarca, em troca da força que nos dariam para sustentar o campeonato e a própria Liga Bauruense. O valor dado seria em R$ 160 mil. Porém, os clubes recusaram porque já haviam conseguido seus patrocínios próprios e não cederiam seu espaço na camisa para outra empresa. Depois, através de uma funcionária pública de Taubaté que nos ajudaria com a quantia de R$ 300 mil, o acordo não foi fechado porque ela precisaria da documentação de todos os clubes que disputavam os nossos campeonatos. Mas quantos hoje têm essa documentação e são de fato legalizados? Então é complicado, hoje não podem reclamar de ter que ajudar a sustentar a Liga sendo que tiveram por duas vezes a oportunidade e não aproveitaram.", frisou o Presidente.

Data de inscrição

De 15/01 à 28/01 é o período em que os clubes da segundona têm para poderem efetuar o pagamento da 
taxa e posterior retirada das fichas de atletas. No mesmo dia 28 haverá outra reunião com as agremiações devidamente inscritas para possível divulgação da tabela.

___________________________________________________________

Clique aqui e confira detalhadamente sobre a taxa de inscrição, liberação das fichas de atletas e migração de atletas da SEMEL.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.