PESQUISE

Esporte e Saúde #17 - Suplementação: Mitos e verdades




Hoje vamos falar um pouco sobre a suplementação. A busca por componentes extra alimentares está cada vez mais usual entre os frequentadores das aulas de aeróbica e musculação. Mas, especialistas alertam sobre os exageros, produtos não liberados e impróprios para alguns atletas.

A preocupação em manter um corpo bonito está impulsionando o mercado de academias, principalmente no período pré-verão, quando as pessoas ficam motivadas para usar roupas mais curtas e confortáveis, junto está em crescimento do mercado de suplementos.

Muitos alunos procuram o auxílio desses produtos para acelerar a conquista dos resultados, tanto para emagrecer, quanto para ganhar músculos definidos.

Muitos desses produtos, de fato, ajudam a obter uma performance esportiva melhor, além de diminuir o cansaço e fadiga muscular. 

No entanto, há diversas marcas não liberadas pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – que são vendidas livremente em lojas especializadas, até mesmo dentro da própria academia. Esses produtos podem conter substâncias proibidas que ofereçam riscos à saúde.

Mesmo os suplementos liberados, deve haver alguns critérios antes de tomá-los, pois há alguns mitos quanto a real funcionalidade de alguns, além das contraindicações que, muitas vezes, não são disseminadas. Por esta razão, a orientação do profissional é sempre muito importante. 



O uso de termogênicos, por exemplo, para perder peso, é contraindicado em pacientes com doenças cardiovasculares como hipertensão, uma vez que inúmeros compostos utilizados em formulações termogênicas podem aumentar a pressão. Nesse caso, é possível recorrer a suplementos ricos em cromo, magnésio, alguns fitoterápicos, com citrus, chá mate, irvingia, dentre outros.



Vou listar abaixo alguns mitos e verdades, sobre esse assunto, segundo especialistas: 
  • Creatina pode fazer mal? 

Verdade – Considerado um dos suplementos mais utilizados para oferecer força ao atleta, a creatina pode, dependendo da dose, causar problemas nos rins e no fígado, principalmente em pessoas que já apresentam anormalidades nesses órgãos.

  • Ao longo do tempo, os suplementos podem deixar de fazer efeito? 

Mito – Na verdade, o treino deve ser regularmente alterado para causar estímulo aos músculos. Muitas vezes, o suplemento também requer ajuste de dose. Por isso, a necessidade de um profissional especializado.

  • Há contraindicação para o uso do BCAA?

Verdade – O principal papel dos BCAA’s é a recuperação de lesões musculares, formadas durante um treino intenso de musculação. Porém, ele pode alterar o nível de serotonina, substância que, na sua falta, pode alterar o humor, sono e uma série de outros problemas emocionais. Portanto, pacientes que fazem tratamento para depressão podem ter contraindicação de uso desse suplemento.

  • Whey protein é eficaz?

Verdade – É um mix de aminoácidos que pode contribuir para o aumento da massa magra e, consequentemente, da força. Ele é considerado um dos meios de crescimento muscular mais saudável, pois geralmente é derivado da proteína do soro do leite, que é extraída durante o processo de transformação do leite em queijo. No entanto, além do suplemento, o treino supervisionado é fundamental.

  • Uma dieta extremamente balanceada é suficiente, sem necessidade de utilizar suplementos?

Mito – Dependendo do treino, ou seja, atletas de elite ou atletas recreacionais com treino “puxado” precisam do suplemento, uma vez que dificilmente essas pessoas adquirem tudo o que necessitam através dos alimentos.

  • Chá verde queima gordura?

Verdade – No chá verde, há substâncias que aceleram a lipólise, quebra da gordura, que se encontra acumulada no tecido adiposo. No entanto, é preciso cautela, especialmente em pacientes com pressão alta, pois, dependendo da dose, o chá verde pode estar associado ao aumento da pressão.

  • Os suplementos otimizam a força dos músculos, mesmo sem treino?

Mito – Para desenvolver a musculatura, é necessário o estímulo, que vem do treino. O suplemento será o substrato necessário para a hipertrofia da célula. Por isso, sem treino, não há lugar para o suplemento.

  • Nosso corpo produz o ômega-3 que necessitamos?

Mito – O ômega-3 é um nutriente essencial, ou seja, só adquirido através da dieta. O organismo não produz ômega-3, por isso, é necessário ingerir fontes deste nutriente (peixes, frutos do mar, algumas sementes).

Enfim, suplementar é legal, mas vamos utilizar com consciência, buscar ajuda profissional e fazer exames para garantir que a saúde está em dia e mais uma vez sejam bem vindos a uma vida mais saudável!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.