Gaspa goleia Corinthians, que quase abandona partida, e vai a final inédita na Liga Bauruense

Postado em 13 de maio de 2014, terça-feira, às 12:59

SC Corinthians 0x5 AE 100% Gasparini
Foto: Edielson Pereira/TNRB

Em seu segundo ano apenas de disputa da 1ª divisão da Liga Bauruense de Futebol Amador, o 100% Gasparini superou as expectativas e atingiu mais um feito inédito em sua curta jornada. Com apenas dois anos de vida, o tricolor do bairro no qual carrega o nome derrotou o Corinthians na manhã do domingo (11/05) e garantiu seu lugar pela primeira vez em uma final de campeonato.

Em jogo válido pela 10ª rodada da primeira fase acontecido às 10:10 no EM Luiz Edmundo Coube, o placar de 5 a 0 deixou claro a diferença gritante de ambas equipes no campeonato.

Para início de relato, o time do Corinthians apresentou-se no limite, com apenas onze jogadores para iniciar o duelo. No comando técnico estava Aquin, um garoto de 17 anos que claramente não tinha devida experiência, porém não deixou um instante sequer de dar apoio e motivar os seus companheiros de dentro do campo. 

Além de não ter suplentes e técnico efetivo, o time alvinegro sequer teve água para os ali presentes. Mas tal crise se deve ao fato do elenco ter rachado. Jogadores abandonaram, outros faltaram e o que parecia estar distante já se tornou realidade: a zona de rebaixamento.

Do outro lado, o invicto e inderrotável 100% Gasparini. Nove jogos e nove vitórias. Fazendo história a cada rodada, o Gaspa precisava apenas de uma vitória simples para garantir seu lugar na final do turno como representante do grupo A para enfrentar a equipe do Independência, campeão da chave B. Se caso a vitória não viesse, teriam que torcer ao menos para tropeço do Comercial (2º colocado) não derrotar o Boca Juniors. Difícil para um time que tem 46 gols marcados, cinco sofridos e goleadas por 6 a 1, 7 a 0, duplo 9 a 0 por exemplo.

Voltando ao jogo, arbitrado por Ricardo Fabris Fontes e auxiliado por Marcio Mendes e Hercules da Silva Junior; o primeiro gol foi somente em questão de tempo.

Com 13 minutos jogados, Pinduca recebeu cruzamento pela direita dentro da grande área em cruzamento vindo da esquerda e cabeceou para o gol. Porém, Fer, camisa seis do Corinthians não subiu suficiente para afastar o perigo e ergueu o braço para interceptar a bola após o cabeceio do zagueiro do Gaspa. Pênalti bem assinalado. O mesmo Pinduca bateu colocado no canto esquerdo de Bolinha e fez 1 a 0 para o 100%.

Entretanto, a primeira grande chance de gol da parida foi do time corintiano. Adriel recebeu ótima assitência entre a zaga do Gasparini e livre de marcação, avançou, invadiu a área e bateu sobre o goleiro Vitinho (ex-técnico do Corinthians), desperdiçando a melhor chance de gol da partida; aos 11 minutos.

Depois do gol, o 100% aproveitava com inteligência a vasta dimensão do campo e explorava jogadas de linha de fundo. Aos 32 minutos, Miranda avançou com velocidade pela direita e cruzou na área, Fio deu corta-luz e Fagner aproveitou de voleio (mascado) e acertou o contra-pé de Bolinha, fazendo 2 a 0 ao Gaspa.

Com 39 jogados, foi a vez de Fio descer pela direita e cruzar na área, onde Fagner subiu livre de marcação e cabeceou forte rente ao travessão para fazer 3 a 0.

No intervalo, o 100% promoveu as entradas de Kaká, Janderson e Jhonatan nos lugares Luciano, Fagner e Fiala respectivamente. Com o time mais ofensivo, a intenção era aproveitar todas as oportunidades que fossem criadas para 'matar' de vez o adversário. Ao Corinthians coube apenas descansar e evitar de sofrer mais gols.

Foto: Edielson Pereira/TNRB

Com a bola rolando novamente, logo aos dez minutos Miranda fez outro cruzamento da direita próximo a linha de fundo e Janderson apareceu livre na área para cabecear firme, também rente ao travessão e fazer 4 a 0.

Aos 15 minutos a situação do Corinthians que já era difícil, piorou. Jhonatan recebeu cartão amarelo após dar um carrinho no adversário na lateral esquerda do campo. O jogador contestou e reclamou de forma acintosa e em seguida recebeu o vermelho; deixando o campo expulso.

Neste momento, com 4 a 0 contra e um homem a menos, alguns dos jogadores corintianos ameaçaram abandonar o campo, e dois sentaram-se no gramado forçando o término da partida por insuficiência de jogadores. Ao som provocativo vindo da torcida adversária, Waguinho, camisa 10 do Gasparini conversou com alguns jogadores do Corinthians para que tal atitude não fosse tomada. Vale ressaltar que tudo isso acontecia sob os olhares do Dr. Domicio Iamashita, Procurador da Comissão do Direito Desportivo da OAB Bauru.

Após alguns minutos de indecisão corintiana, Biril, atacante alvinegro optou pelo abandono e desistiu da partida. Adriel, parceiro de ataque, proferiu os seguintes dizeres ao camisa nove: "Aquela torcida que veio nos assistir não merece a sua atitude. A gente vai ficar e terminar o jogo sim.".

Enquanto o Corinthians decidia pelo reinício do jogo, o Gasparini fez novas alterações, colocando o goleiro Alex no lugar de Vitinho (que fez apenas uma defesa), além de Rudnei no lugar de Ré e do atacante Animal no lugar de Fio.

As substituições porém deram efeito contrário. Ao invés do 100% ficar mais ofensivo, os jogadores substitutos em sua maioria não corresponderam e o time ficou apático, sendo o Corinthians quem passou a tomar iniciativa no ataque, porém sem muitos perigos reais de gol.

A diretoria na beira do campo questionava o porquê da falta de motivação dos jogadores. Mas, já aos 45 minutos, Animal recebeu assistência de Janderson, ganhou da marcação e bateu da entrada da área na saída de Bolinha para fazer o quinto gol e decretar a vitória elástica.

Também vale destacar o espírito guerreiro que teve o Corinthians, especialmente Adriel, Tininho e o goleiro Bolinha, que fez ao menos quatro grandes defesas e impossibilitou um resultado maior ao adversário.

Com esta vitória, o 100% chegou a 30 pontos em dez jogos e garantiu no dia 25 de maio o direito de brigar pelo título da final do primeiro turno da LBFA contra o Indepa. Único com 100% de aproveitamento na competição, o Gasparini é o líder com diferença de dois pontos para o Comercial, 2º colocado. O Corinthians, permanece com oito pontos e assumiu o 17º lugar da classificação geral.

No próximo final de semana, terá inicio a segunda fase; e o time corintiano voltará a campo para enfrentar o Santos na partida preliminar do distrital Toninho Guerreiro, enquanto o 100% Gasparini jogará diante do Complexo Mary Dota às 10:10 no mesmo campo.

Um comentário:

  1. TORCIDA ORGANIZADA TERRA DO NUNCA13 de maio de 2014 20:40

    DOMINGO
    EU VOU LA NO MARY DOTA
    EU VOU
    EU VOU
    TORCER PARA O TIME QUE ADMIRO
    VOU LEVAR A GANJA E A POEIRA
    NÃO VAI SER DE BRINCADEIRA
    ELE VAI SER CAMPEÃO
    POR QUE MEU TIME BOTA PRA FUDER
    E O NOME DELE SÃO VOCES QUEM VÃO DIZER
    OOOO OO OOOOO OOOOO OOO
    GASPAAAAA!!!!!

    UM SALVEEEE
    PRA TORCIDA
    TERRA DO NUNCA

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.