PESQUISE

Estreando em casa, Peba faz bonito, goleia Dínamo e larga entre os líderes da Copa Golden Master


Redentor goleia na sua partida de estreia
Foto: Edielson Pereira/TNRB

Não poderia ter sido melhor! Estreando em casa nesta temporada de 2016 da Copa Golden Master, o Redentor fez bonito perante os seus torcedores e goleou o Dínamo Couto pelo placar de quatro a zero.

A equipe soube aproveitar bem a dificuldade do oponente, se impôs no primeiro tempo de jogo e administrou de forma tranquila o resultado até o final do confronto.

Arbitrado por Ricardo Alexandre de Ângelo, que foi auxiliado por Vinicius Rocha Santos e Fernando Américo Vasconcelos, a partida deu início às 15:40 no distrital Nelson Reginato do Canto.

O jogo

Não demorou muito após o início de jogo para o Redentor levar perigo ao gol defendido por Marcio. Aos doze minutos, Fabinho executou bela cobrança de falta no canto esquerdo baixo do goleiro do Dínamo que saltou e executou grande defesa.

Cinco minutos depois o placar foi inaugurado com o próprio Fabinho. O camisa nove recebeu passe dentro da grande área, parou e bateu cruzado no canto direito de Marcio para fazer um a zero ao Redentor.

Aos 25 Cuma aumentou o marcador e deixou o Peba com tranquilidade na partida. Sem opções de jogadores no banco de reservas por conta da não inscrição de alguns atletas em tempo hábil, o Dínamo se preocupou mais em proteger sua defesa e conter o ataque adversário do que tentar investir nos contra-ataques e acabar penalizado com a lesão ou cansaço de alguns de seus atletas.

Somente aos 32 minutos da etapa foi que o Dínamo arriscou a primeira finalização no gol que acabou por ser defendida sem dificuldade pelo goleiro Elizier.

Quatro minutos depois, Lu recebeu cruzamento da direita dentro da grande área. O camisa onze parou de frente à marcação, escolheu o canto e finalizou no contra-pé do goleiro Marcio para fazer 3 a 0.

O goleiro então passou a cobrar mais empenho do seu sistema defensivo para que os gols adversários não continuassem saindo de maneira fácil como estava acontecendo.

Aos 38 minutos o Dínamo quase descontou na sua melhor oportunidade de gol criada em todo o primeiro tempo. Pastor cobrou falta com muito perigo buscando o ângulo de Elizier. O goleiro fez uma defesa de segurança ao dar um tapa na bola e jogá-la para escanteio. Na cobrança, o sistema defensivo do Peba afastou parcialmente e Adinan, da entrada da área acertou chute mascado num quase sem-pulo e obrigou o goleiro a espalmar novamente pela linha de fundo.

Paulinho com a posse de bola
Foto: Edielson Pereira/TNRB

No intervalo de jogo, o Peba promoveu a substituição de Vampeta no lugar de André.

Já com a bola rolando, Lu recebeu cruzamento rasteiro da esquerda e na marca do pênalti desviou para o fundo do gol e marcou o quarto do time do Redentor. 4 a 0 aos sete minutos.

A partida então perdeu velocidade. O Redentor criou poucas oportunidades e trocou mais peças do time, dando chances para os demais jogadores da suplência.

Entraram Tito, Romario e Ricardinho nos lugares de Vadico, Paulinho e Fabinho. Adinan deixou o campo machucado e desfalcou o Dínamo Couto para o restante da partida, que ficou com dez homens em campo.

A equipe do Bauru XXII ainda teve mais duas oportunidades no final do confronto, aos 39 e aos 45, mas desperdiçou e ao final acabou goleado na sua estreia na competição.

“A falta de jogadores para essa primeira rodada implicou bastante nesse resultado e no desempenho do time. O futebol Master de hoje, caso não tenha um banco de reservas para entrar e suprir, fica complicado. Atualmente, se você tomar dois gols, é difícil reverter o resultado ainda mais com um time limitado igual nós estávamos. Jogadores se machucaram e sem ninguém para substituir fica ainda mais complicado. Faltaram cinco jogadores que eram para estar assinados mas que não deu tempo. O Seu Bira (Ubiratan Alves da Silva, coordenador da Copa Golden Master) esse ano está sendo enérgico com o regulamento e tomara que seja assim no campeonato inteiro como sempre foi. Agora vamos “tocar barco para frente” e ver o que vai acontecer.”, disse o goleiro e capitão Marcio, da equipe do Dínamo.

“A gente iniciou bem. O time tem algumas peças para chegar ainda. Nós tivemos aproximadamente sete desfalques hoje (sábado). Mas todo início de competição é assim mesmo. A gente vai preparar a equipe ainda, ter algumas mudanças, algumas observações a fazer com o pessoal novo que chegou. Mas acho que estamos no caminho certo. O Redentor mais um ano estará no caminho certo.”, declarou o técnico Zé Maria, do Peba.

Com três pontos ganhos e quatro gols positivos de saldo, o Redentor figura na vice-liderança por critérios de saldo de gols. O Dínamo, com a pontuação zerada, é o 15º colocado.

Na rodada seguinte, o Dínamo Couto voltará a campo para enfrentar o São Lourenço às 15:40 no distrital Jose Spetic Filho, enquanto o Redentor medirá forças com o São Francisco, às 13:40 novamente no distrital Nelson Reginato do Canto.

Escalações:

EC Dínamo Couto: 1 – Marcio ©, 2 – João Camilo (19 – Nei), 3 – Jorjão, 4 – Serjão, 5 – Pastor, 6 – Landim, 7 – Rochinha, 8 – Gerson, 9 – Piruá, 10 – Adinan e 11 – Joãozinho. Técnico: Nei.

EC Redentor: 1 – Elizier ©, 2 – Vadico (21 – Tito), 3 – Thurram, 4 – Airton, 5 – Paulinho (15 – Romario), 20 – Benê, 7 – Vampeta (6 – André), 8 – Hidalgo, 9 – Fabinho (13 – Ricardinho), 10 – Cuma e 11 – Lu. Técnico: Zé Maria.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.