PESQUISE

Campeão em 2013 da Segunda Divisão, Ari Guerreiro retorna ao Complexo para sequência da primeirona da LBFA


elenco do Complexo Mary Dota no ano de 2013 - campeão da 2ª divisão da LBFA
Ari Guerreiro, técnico, é o primeiro em pé da esquerda p/ direita
Foto: Edielson Pereira/arquivo TNRB

O início do campeonato não está sendo nada do que estava previsto para os jogadores, diretores e especialmente para os torcedores do Complexo Mary Dota.

3º colocado da 1ª divisão da LBFA na temporada de 2015, o rubro-negro começou 2016 muito instável, e até o momento, passadas quatro rodadas, ainda não conseguiu vencer. Somando dois pontos, o time ocupa o 13º lugar da classificação geral e abre a zona de rebaixamento à segundona de 2017.

Para sair dessa situação, é preciso mudanças. E ela começou pelo comando técnico. 

Ari Guerreiro, campeão com a equipe da edição de 2013 da Segunda Divisão da Liga Bauruense, está de volta para tentar colocar a casa em ordem.

O treinador estava há pouco tempo dirigindo o time do Império neste mesmo campeonato de 2016. Mas não chegou a acordo em algumas situações com a diretoria e optou por deixar o cargo do alvirrubro da Vila São Manoel.

elenco do Oriente de 2014 da disputa da Copa SEMEL
Ari Guerreiro, treinador, o primeiro em pé da esquerda p/ direita
Foto: Edielson Pereira/TNRB

O treinador falou um pouco sobre a sua trajetória no amador, de algumas conquistas e aproveitou para mandar um agradecimento especial ao atual comandante do Independência, Osmarzão.

"Estou no futebol amador de 80, quando comecei na Luziana. Em 2001 virei treinador e estou até hoje. Naquele ano dirigi o Santa Luzia e ganhei a Segunda Divisão. Em 2006 e 2007 treinei a Luziana. De 2009 à 2012 fui auxiliar do Osmarzão no tetra-campeonato do Beija-Flor na Copa SEMEL. Em 2013 dirigi o Laranjeiras, 2014 o Oriente e esse ano o Império."

"Em 2005 ganhei também, como jogador, o título de campeão da 2ª divisão com o Petrópolis. Em 2007 fui campeão do Campeonato Regional de Futebol Amador com o Beija-Flor e em 2013 da Segundona com o Complexo Mary Dota."

Sobre o seu sistema de trabalho à beira do campo, Ari foi bem enfático:

"Trabalho de forma séria e competitiva. Tenho comprometimento, seriedade e responsabilidade. Quando acontece de haver alguma situação adversa dentro do meu grupo de jogadores, eu levo no diálogo. O meu perfil é sempre de cobrança, pois sei tirar de dentro dos jogadores aquilo que eles podem render para a equipe. O time que eu trabalho pode esperar sempre dedicação pelo meu conhecimento no meio futebolístico." garante.

apresentação do treinador no time do Império 2016
Imagem: divulgação Império FC
Ele também aproveita a oportunidade para agradecer pelo enorme aprendizado adquirido trabalhando ao lado do técnico Osmarzão, um dos maiores vencedores do futebol bauruense:

"Gostaria de mencionar o nome do Osmarzão, com quem aprendi muito. Ao seu lado foi onde pude passar a minha melhor fase no futebol amador de Bauru." conclui.

O treinador já fez a sua estreia pelo Complexo no último final de semana, quando a equipe empatou em 3 a 3 com o Turini jogando no estádio Prefeito Luiz Edmundo Coube.

Seu próximo compromisso será no dia 17/04, às 08:10 diante do Petrópolis no estádio distrital Zenzo Kikuti, em Tibiriçá.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.