PESQUISE

Com direito a golaço, expulsão, pênalti perdido e gol no último lance; Beija-Flor e Gaspa fazem jogaço no Padilhão pela Copa SEMEL


atleta do 100% Gasparini em domínio de bola no meio-campo
Foto: Juliano Pereira

Beija-Flor e 100% Gasparini duelaram na manhã do domingo (17/04) e fizeram um jogaço no Padilhão pela 7ª rodada da primeira fase da Copa SEMEL.

A partida que aconteceu às 10:10 e teve casa cheia, golaço e até pênalti perdido, teve também a transmissão ao vivo pela rádio Auri-Verde/Jornada Esportiva e acabou empatada em 2 a 2.

O Beija-Flor, que havia anunciado um pacote de reforços na semana passada, contou com a estreia apenas de Assis, volante que foi campeão Brasileiro da série C defendendo a equipe do Tupi, de Juiz de Fora-MG.

O jogo

Logo aos 11 minutos, Lucas Silva cobrou falta pelo lado esquerdo em diagonal a meta defendida por Murilo. Em batida perfeita a bola alcançou o ângulo direito do arqueiro, que mesmo saltando, não alcançou a bola. 1 a 0 Gaspa.

A comemoração porém, durou muito pouco. Apenas dois minutos depois, aos 13, Elder bateu escanteio pela direita, Yago subiu no primeiro pau e desviou para o gol. A bola ainda bateu em Léo Cebinho antes de entrar. 1 a 1.

Aos 32, Lucas Silva lançou Ricardo Canela, que mesmo desajeitado tentou domínio no peito e perdeu o controle da bola. Ela ficou para Roger, que vindo por trás da marcação, bateu firme, no canto esquerdo de Murilo e recolocou o 100% em vantagem no marcador. 2 a 1 Gasparini.

Já aos 47, Ricardo Canela dividiu com Gustavo, que tentou fazer o corte dentro da grande área, furou o chute e acertou o centroavante; que desabou e ganhou pênalti, assinalado pelo árbitro Hugo Rodrigues. Na cobrança, Lucas Silva bateu mal, rasteiro no canto esquerdo de Murilo, que pulou e executou a defesa; impedindo assim o que seria o terceiro gol da equipe adversária.

Na segunda etapa, aos 35 minutos, Gustavo disparou chute forte dentro da grande área de pé esquerdo obrigando Telão a executar defesa importantíssima e oferecer rebote. Na sobra, Cristian pegou de pé direito a meia altura rente a trave esquerda, e novamente Telão operou defesa milagrosa ao pôr a bola para escanteio. 

Nos 45, André Carioca foi expulso de campo ao receber o segundo cartão amarelo após atingir o rosto de Renato Anacleto, que acabara de entrar. O atleta inclusive saiu de campo com sangramento no lábio reclamando de uma agressão do atacante Roger, do 100% Gasparini, em lance que ambos teriam se desentendido no decorrer da partida.

E quando o resultado conspirava a favor do 100%, eis que nos acréscimos Gersinho interceptou com o braço lance de ataque adversário dentro da grande área. O árbitro, que conduziu muito bem partida, assinalou pênalti em prol do Beija-Flor.

O artilheiro Hamilton foi para a cobrança e bateu rasteiro no canto direito de Telão, que mesmo acertando o canto, não alcançou a bola e viu ela morrer no fundo da rede. 2 a 2. O atacante que pôs a sua torcida em festa, fez a famosa comemoração do embala neném, em homenagem ao seu recém-nascido filho David Luiz.

Fim de jogo, e um ponto pra cada.

Com este empate, o Beija-Flor chegou a 14 pontos e subiu da 6ª para a 5ª posição da classificação. Já o 100% foi a 17 e caiu da liderança para o 3º lugar.

Na rodada seguinte, o time do Gasparini voltará a campo para enfrentar o Grêmio Nova Bauru às 10:10 no distrital Horácio Alves Cunha, e o Beija-Flor para jogar diante do Laranjeiras no estádio Prefeito Luiz Edmundo Coube, no mesmo horário.

Escalações:

Beija-Flor: 1 - Murilo, 2 - Thiago Amaral, 3 - Gustavo, 4 - André Carioca, 5 - Thiago Assis, 6 - Elder, 7 - Thiaguinho, 8 - Batata, 9 - Yago, 10 - Amaral, 11 - Hamilton. Técnico: Darley.

100% Gasparini: 1 - Telão, 2 - Piticou, 3 - Gersinho, 4 - Iacanga, 5 - Danilão, 6 - Léo Cebinho, 7 - Lucas Silva, 8 - Mariho, 9 - Ricardo Canela, 10 - Buiú, 11 - Roger. Técnico: Guina.

Árbitro: Hugo Rodrigues Martins Francisco
Assistente 01: Marcos Donizete Ricordi
Assistente 02: Vinicius Rocha dos Santos
Representante: José Garcia

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.