Parceiro

Futebol Amador em luto. Atleta profissional e ex-jogador do Oriente, volante Robinho passa mal e morre em partida amistosa pela Santacruzense


volante em atuação pelo Oriente na 2ª rodada diante do Unidos do Ouro Verde
Foto: Edielson Pereira/TNRB

A manhã deste domingo (03/04) foi diferente e muito aquém da expectativa de todos que gostam e acompanham as rotineiras rodadas das competições do futebol amador da cidade de Bauru.

A notícia que começou a circular e em pouco tempo se tornou assunto principal em grande parte das pessoas era sobre o falecimento do atleta Jean Carlos Martins Araujo, conhecido por Robinho, de 22 anos de idade.

Conforme noticiado pelo site Repórter na Rua, de Santa Cruz do Rio Pardo, na tarde do sábado (02/04) ele estava em uma partida amistosa defendendo a equipe da Esportiva Santacruzense na cidade de Bernardino de Campos contra um adversário local, em preparação para a disputa do Estadual da série B do Campeonato Paulista na categoria profissional.

Ele teria passado mal ainda no primeiro tempo de jogo quando caiu ao solo sofrendo convulsões. Ele foi imediatamente atendido pela equipe de socorro médico do SAMU, presente no estádio, que conseguiu reverter duas paradas cardiorrespiratórias ainda dentro de campo. Em seguida ele foi levado até a Santa Casa municipal pela UTI móvel do SAMU mas infelizmente sofreu outra parada e entrou em óbito.

Robinho integrou o elenco da Santacruzense na disputa do Campeonato Paulista da série A-3 do ano passado. Este ano, ele estava em atividade pela equipe do Oriente, do Jardim Petrópolis, na disputa da Copa SEMEL de Futebol, em que ajudava a agremiação a conquistar o bi-campeonato consecutivo.

atleta em atuação pela Esportiva Santacruzense
Foto: arquivo pessoal

Ontem (03/04), coincidentemente, estivemos presentes no jogo da equipe no distrital Silvio de Magalhães Padilha, na Vila Giunta, quando tomamos conhecimento do ocorrido.

Conversamos com dois representantes do time, que falaram do impacto que essa informação causou sobre o elenco.

"É inacreditável. Um rapaz com apenas 22 anos que não bebia e não fumava acontecer um negócio desse. Quando o Gilson (presidente) me ligou eu não acreditei. Não tenho como acreditar e até agora eu não acredito. Vai fazer muita falta pro elenco. E fora do campo também não tem o que dizer dele. Cem por cento humildade." disse o meia Paulinho Oriente.

jogador em atuação pelo time de Santa Cruz do Rio Pardo
em duelo contra o CA Juventus de São Paulo
Foto: arquivo pessoal

"É uma situação difícil, porque é um companheiro, um atleta e amigo nosso. Muito mais amigo do que atleta. Veio defendendo as cores do nosso time. Hoje (ontem) foi uma tristeza profunda, o time não se encontrou, e todos estávamos cabisbaixos, tristes. É uma situação complicada você ter que ir pro jogo e saber que perdeu um companheiro. E é uma pessoa excelente, moleque humilde, conversava pouco; tudo que a gente falava ele aceitava." declarou o experiente Ebinho.

"Isso deixou o Oriente muito triste e com certeza vai deixar por muito tempo ainda. Como aconteceu com o Robinho, poderia ter acontecido com qualquer outro jogador do amador de qualquer time e a gente iria sentir da mesma forma. Porque mesmo a gente jogando contra, nós não somos inimigos. Qualquer um que acontecesse, tenho certeza que todos íamos sentir. Vamos tocar a vida para frente e se Deus quiser, abençoar à todo mundo e torcer para o nosso amador crescer cada vez mais." enfatizou o centroavante que falou também em nome da diretoria do clube.

Robinho era nascido na própria cidade de Santa Cruz do Rio Pardo, onde e foi velado e sepultado durante a tarde deste domingo (03/04).

ERRATA: Robinho jogava pelo time da cidade de Bernardino de Campos e não pela equipe de Santa Cruz do Rio Pardo. A informação foi publicada no site oficial da Esportiva Santacruzense. Confira aqui.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.