n':

PUBLICIDADE

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

A.A. FIB para na trave e sai em desvantagem nas quartas de final da Copa Paulista

Lance da partida entre A.A. Fib e A.A.B.B / Mapfre pela Copa Paulista
Foto: Assessoria de Imprensa / A.A. Fib

A trave impediu um resultado melhor da Associação Atlética FIB diante da AABB/Mapfre nesta sexta-feira (22), no Ginásio Duduzão, no campus das Faculdades Integradas de Bauru (FIB), pela primeira partida do playoff de quartas de final da Copa Paulista. 


Os bauruenses acertaram a bola na trave duas vezes e acabaram derrotados por 2 a 0, resultado que traz a necessidade de uma vitória no tempo regulamentar e outra na prorrogação para o segundo jogo.
Como a maioria das decisões, o primeiro embate entre A.A. FIB e AABB/Mapfre começou com excesso de tensão e cautela. 

A primeira boa finalização aconteceu apenas com dez minutos de bola rolando; em uma cobrança de falta, a equipe de Bauru levou perigo ao experiente goleiro Bagé. A resposta dos visitantes veio em um tiro a queima-roupa, defendido com muita segurança pelo jovem goleiro bauruense Paulo, de apenas 18 anos.

Os bauruenses se soltaram a partir da segunda metade do primeiro tempo, no entanto, encontraram um adversário bem postado na defesa. A alternativa do elenco da A.A. FIB para superar o ferrolho paulistano foram as jogadas individuais e os chutes de longa distância. 

No lance mais emblemático, o ala destro Lê pedalou na meia quadra, em seguida aplicou um elástico desconcertante no marcador e bateu forte para o gol; Bagé espalmou para escanteio.

As duas equipes foram para os vestiários com o marcador zerado e a AABB/Mapfre voltou mais ligada. Em dez minutos, Angelo e Victor Mello colocaram o time de São Paulo na frente.

O resultado negativo fez a A.A. FIB apostar no goleiro-linha, mas a vantagem numérica e a posse de bola proporcionados pelo goleiro que joga com os pés demoraram para serem transformadas em finalização, somente a seis minutos do fim, com o ala canhoto Misael no gol, os bauruenses acertaram a trave em uma cavadinha do pivô Will.

Pacientes, os jogadores da A.A. FIB permaneceram com o goleiro-linha e trocaram passes incessantemente em busca da melhor oportunidade de diminuir o placar de 2 a 0. A três minutos do cronômetro zerar, Misael – ainda como goleiro – acertou a trave da AABB/Mapfre pela segunda vez na partida e a equipe de Bauru passou em branco pela primeira vez nesta edição da Copa Paulista.

"Não conquistamos o resultado que gostaríamos, mas conseguimos ter uma boa atuação, com posse de bola, volume de jogo e ótimas oportunidades para marcar, infelizmente paramos na trave. Ainda tem o segundo jogo e se mantivermos essa mesma postura, temos totais condições de reverter esse quadro e avançar às semifinais", avaliou Everton Carvalho da Silva, o Alemão, treinador da A.A. FIB, que tem a companhia do irmão Elton Carvalho na comissão técnica.

O segundo confronto das quartas de final será na próxima terça-feira (22), às 19:00 horas, no Ginásio da AABB, em São Paulo. Com o revés em Bauru, a A.A. FIB precisa de uma vitória, por qualquer placar, no tempo regulamentar para forçar a prorrogação; e para chegar à semifinal, os bauruenses também precisam vencer no tempo extra. Já a AABB/Mapfre se classifica com um empate no tempo regulamentar ou na prorrogação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário