n':

PUBLICIDADE

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Ex-zagueiro multicampeão é o novo técnico do Noroeste

Marcelo Sangaletti (no alto) em atuação pelo Internacional - RS
Foto: Reprodução 

Estudioso do futebol, Sangaletti traz para o Norusca sua experiência de campeão paulista pelo Corinthians, pentacampeão pernambucano, com Sport e Náutico, e tricampeão gaúcho com o Internacional.


Marcelo Sangaletti, 45 anos, zagueiro vitorioso por todos os clubes onde passou, vai comandar o Esporte Clube Noroeste no Campeonato Paulista Série A3 e Copa Paulista de 2017. O novo treinador já assume suas funções na tarde desta quarta-feira (9), quando assina contrato e será apresentado em coletiva de imprensa no estádio Alfredo de Castilho. Na própria quarta ele já se reunirá com a comissão técnica remanescente do último estadual e os novos membros da diretoria que também serão apresentados. Toda a equipe vai trabalhar com análise de desempenho, especialidade de Sangaletti, para a formação do elenco noroestino.
  
O novo treinador faz parte do perfil de renovação dos técnicos do futebol brasileiro. Natural de Dois Córregos, como jogador, começou na base do XV de Jaú e foi profissionalizado no Juventus de SP. Depois passou por Guarani e foi campeão do Campeonato Paulista pelo Corinthians em 1997. É pentacampeão pernambucano, com três títulos no Sport, em 1998, 1999 e 2000, e dois pelo Náutico, em 2001 e 2002. 

Com o Sport foi campeão também da Copa do Nordeste em 2000. Os títulos no Náutico foram com o técnico e amigo Muricy Ramalho. A boa fase de Muricy naquele ano o levou para o Internacional. Chegando lá, o comandante colorado pediu a contração de Sangaletti, que rapidamente assumiu a braçadeira de capitão do time e conquistou o tricampeonato gaúcho diante do rival Grêmio, nos anos de 2003, 2004 e 2005. Uma sequência de títulos incrível. Foram 9 estaduais seguidos.

Sangaletti em atuação pelo Náutico - PE como gestor de futebol
Foto: Reprodução

Pelos clubes por onde passou, Sangaletti sempre foi conhecido por ser um atleta conciliador, atencioso com os jogadores mais jovens, que subiam da base e frisava que o ambiente do time, extracampo, era responsável pelas vitórias no gramado e os títulos vinham como consequência. Um exemplo dessa amizade foi quando ele já era capitão do Inter e surgiu para o futebol o jovem Nilmar, que depois vestiu a camisa da Seleção e jogou na Europa.

TRANSIÇÃO NO FUTEBOL

Alguns anos após ter pendurado as chuteiras, pelo Inter (2005), Sangaletti se preparou para ser treinador. Se formou em educação física, foi diretor de futebol do Náutico, chegou a atuar como secretário de esportes do município de São Carlos (2013) e estudou em vários cursos e palestrava para jovens treinadores pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Ele traz na bagagem toda a experiência de um currículo vasto e invejável como jogador de futebol, além dos cursos de módulo A e B de treinador que realizou na CBF ao lado de técnicos e amigos como Deivid (ex-Cruzeiro), Guilherme Dalla Déa (Seleção sub-17), Rogério Micale (campeão Olímpico com a Seleção), PC Gusmão, Péricles Chamusca entre outros.

ANÁLISE DE DESEMPENHO

Tanto na captação de atletas quanto no pré-jogo e pós-jogo, Sangaletti atuará muito forte na análise de desempenho dos atletas noroestinos e adversários, com números sendo analisados e discutidos com os próprios atletas e comissão técnica. A categoria de base do Alvirrubro começou muito bem com essa especialidade neste ano, com o analista Alexandre Moretti Moriconi, os técnicos Dú Itapuí (sub-17) e Élton Carvalho (sub-15) e deve ganhar continuidade no profissional ao lado de Sangaletti.

CASA NOVA

“É uma satisfação enorme poder trabalhar num clube de tamanha tradição e expressão no futebol como o Noroeste. Estou feliz com a confiança depositada em mim pela diretoria e vamos montar uma equipe dentro das condições do clube. Quero conhecer os meninos do sub-17 e vamos integrá-los para treinar junto com os atletas profissionais que serão contratados e vamos avaliar os que já estão no clube. Não queremos pular etapas, mas entendemos que alguns jovens amadurecem pro futebol mais rápido do que os outros e aqueles que demonstrarem personalidade e qualidade poderão sim ser integrados e até inscritos na A3”, disse Sangaletti, em sua primeira entrevista como novo técnico do Noroeste, por meio da assessoria de imprensa do clube.

Sangaletti também falou da experiência de trabalhado com um dos melhores técnicos brasileiros dos últimos anos. “Trabalhei muito com o Muricy Ramalho. Junto com ele foram 5 títulos, dois no Náutico e três com o Internacional. Com ele fui capitão da equipe colorada e conquistei o carinho e o reconhecimento do torcedor gaúcho. É um espelho pra mim como pessoa e como técnico de futebol. Aprendizado que levo comigo para onde eu vou”, ressalta.

O novo técnico, juntamente com o presidente do Noroeste Estevan Pegoraro, o vice Rodrigo Gomes e o diretor de futebol Emerson Carvalho, unem forças na formação do elenco noroestino que disputará a A3 com início em 29 de janeiro. Vários nomes já estão sendo contatados e em breve o assessoria de imprensa do clube irá anunciando cada atleta que assinar contrato com a Maquininha Vermelha. 

O presidente do Noroeste falou sobre a confiança no novo técnico. “Assim que definimos o perfil do treinador que procurávamos, o nome do Marcelo Sangaletti foi de plano nossa primeira opção. Tem vivência no futebol e foi um líder por onde passou. Vem se capacitando com afinco para exercer a função de treinador. É preparado, estudioso e mostrou-se muito atualizado. Tem uma carreira exemplar como jogador e um futuro promissor agora na função de técnico. Temos total confiança no trabalho que fará a frente do Noroeste".

REMANESCENTES DA ÚLTIMA SÉRIE A3

Possuem contrato com o Noroeste e serão avaliados por Sangaletti o atacante Tuxa, 20 anos, que estava emprestado ao Talentos 10 e retornou ao Norusca. Mesmo caso do zagueiro Diego Bebê, 18 anos, que também está emprestado e disputa o Paulista sub-20 com a União Barbarense. Bebê, inclusive, pode ter contrato de empréstimo renovado para disputar a Taça São Paulo pelo time de Santa Bárbara d’Oeste, em seguida, será reintegrado ao Alvirrubro para avaliação do novo técnico.

O polivalente Octávio, 19 anos, que atua na lateral esquerda e no meio de campo se recupera de lesão no joelho esquerdo. O lateral-direito Bira, mais experiente do grupo, também se recupera de lesão no joelho. Thiaguinho Félix que sofreu ruptura no ligamento do joelho direito na reta final da A3 deste ano, também está finalizando sua recuperação e deve ser reintegrado para avaliação de Sangaletti. Os três já estão iniciando o transição da fisioterapia ao treino físico e no início de dezembro com bola.

VOCÊ SABIA?

SANGALETTI NO ÁLBUM DA COPA

Sangaletti, em 1997, um dos zagueiros com maior destaque no futebol brasileiro, atuando pelo Corinthians, onde se consagrou campeão Paulista naquele ano, estampou os Futcards do Álbum da Copa do Mundo de 1998. Publicado pela Panini numa parceria entre a Seleção e a Coca-Cola, o marketing trouxe uma lista, ainda em 1997, de possíveis pré-convocados para o Mundial da França. Muitos colecionadores ainda possuem o futcard de Sangaletti, ao lado de Ronaldo, Edmundo, Rivaldo, Romário, Leonardo, Cafu, Roberto Carlos, Denilson e companhia. Sangaletti acabou não sendo convocado nos amistosos e para a Copa América de 97 pelo então técnico Zagallo.

Texto: Bruno Freitas / EC Noroeste


Nenhum comentário:

Postar um comentário