PESQUISE

Genter Vôlei Bauru encerra ‘maratona’ contra o Rio

Duelo entre Genter Vôlei Bauru e Rexona-Sesc pelo primeiro turno em Bauru
Foto: Neide Caros / Genter Vôlei Bauru

Time bauruense enfrenta o Rexona-Sesc, pela Superliga, no último duelo da sequência de quatro jogos em dez dias.



O Genter Vôlei Bauru encerra nesta quinta-feira à noite sua “maratona” de jogos em janeiro. E para tentar a reabilitação após as derrotas diante do Minas e do Praia Clube, o time terá pela frente um desafio “indigesto” na terceira rodada do returno da Superliga. 

A equipe enfrenta, às 21h55, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, o Rexona-Sesc, atual campeão e líder da competição comandando pelo agora ex-técnico da seleção brasileira, Bernardo Rezende, o Bernardinho.

O time bauruense já fez três jogos nos últimos oito dias. A “maratona” começou contra o Minas (dia 9, em Belo Horizonte), prosseguiu nos últimos dois confrontos contra o Praia Clube (dia 12, em Bauru, e dia 17, em Marília) e chega ao final hoje contra as cariocas.

Foto: Neide Carlos / Genter Vôlei Bauru

Com tantas partidas em um intervalo curto de tempo entre elas, o desgaste, físico e mental, das atletas é uma das maiores preocupações da comissão técnica bauruense. “Temos de administrar o cansaço, a viagem e o adversário difícil trabalhando para não perdermos jogadora do elenco com contusões, desânimo ou algum outro fator. Mas é um elenco que está bem compenetrado no que tem de ser feito e concentrado em seus objetivos e isso é muito importante”, destaca o técnico Marcos Kwiek.

Já a capitã da equipe bauruense, a central Angélica, ressalta que em momentos como os atuais a força do grupo aparece. “Acredito que são as dificuldades que fazem a equipe crescer. Não estamos no nosso melhor momento, mas estamos trabalhando muito para que as vitórias voltem e vamos dar a volta por cima em relação a essas últimas derrotas com aquilo que podemos fazer, que é treinar e treinar cada vez mais e melhor. Estamos conversando bastante para ajustar o que não vem saindo tão bem nos últimos jogos. Nossa equipe é muito forte, unida e trabalhadora e não tenho dúvida que muito em breve retornaremos as vitórias”, enfatiza a atleta.

Foto: Neide Carlos / Genter Vôlei Bauru

Após o confronto desta quinta no Rio de Janeiro e a cansativa sequência de jogos, o time bauruense só voltará a atuar pela Superliga no próximo dia 3 de fevereiro, às 19h30, no Ginásio Panela de Pressão, contra o Valinhos.


Potência

Uma potência no vôlei, dono de 11 títulos da Superliga, sendo os últimos quatro consecutivos, com um elenco de jogadoras de altíssimo nível comandado pelo técnico multicampeão Bernardinho. 

Qualidades não faltam para definir o Rexona-Sesc, que manteve para a Superliga 2016/2017 a mesma base da equipe campeã da última edição. Do time titular seguem no grupo comandado pelo treinador Bernardinho a levantadora Roberta, a oposta Monique, as centrais Carol e Juciely, a ponteira Gabi e a líbero Fabi.

Foto: Neide Carlos / Genter Vôlei Bauru

Na busca pelo 12º título da competição, o time carioca se reforçou com a ponteira holandesa Anne Buijs, que foi um dos destaques das europeias na campanha que culminou com o quarto lugar nos Jogos Olímpicos do Rio. 

Também chegaram à equipe a experiente levantadora Camilla Adão, que atuou no então Concilig Vôlei Bauru, a oposta Helô, a líbero Vitória e a central Stephanie.


Retrospecto

Bauru e Rio de Janeiro já se enfrentaram três vezes em Superligas, com duas vitórias para as cariocas e uma para as bauruenses: em 17/11/2015, Concilig Vôlei Bauru 3 x 1 Rexona (parciais de 26/24, 17/25, 25/22 e 27/25), em Bauru; em 26/01/2016, Rexona 3 x 0 Concilig Vôlei Bauru (parciais de 25/19, 25/23 e 25/16), no Rio; e em 11/11/2016, Genter Vôlei Bauru 1 x 3 Rexona (parciais de 18/25, 25/22, 19/25 e 17/25), em Bauru.


Transmissão

A partida será transmitida pela Rede TV! e Rádio AuriVerde/Jornada Esportiva (www.radioauriverde.com.br).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.