n':

PUBLICIDADE

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Com gol de Uruguaio, EC Prudência goleia AA Leão XIII

Atletas e diretores do EC Prudência em partida preparatória
Foto: EC Prudência

O EC Prudência entrou em campo na manhã desse domingo para enfrentar a AA Leão XIII em partida amistosa visando a disputa da primeira divisão da Liga Bauruense de Futebol Amador.


O duelo foi dominado pela equipe auri-negra, que tomou partido do duelo e impôs ritmo forte de jogo, exigindo de seus atletas o melhor desempenho dentro de campo mesmo se tratando de uma disputa amistosa.

Coma volta do meio-campista Skin que estava três meses afastado por contusão, o Prudência cadenciou o jogo do inicio ao fim e balançou as redes adversária por quatro vezes.

No primeiro tempo o auri-negro abriu o marcador após cruzamento do lateral Adriano na cabeça de Matheus para abrir contagem, os demais gols aconteceram somente na etapa complementar com o atacante Cleber, o meio-campista Skin e o atacante uruguaio Leandro Saldívia, que passa por período de testes no Brasil.

O centroavante, além do zagueiro Deivid José, que disputou a última Copa São Paulo de Futebol Júnior pelo Cori-Sabbá / Talentos 10 chegaram através de uma parceria do cube com uma empresa que cuida da carreira dos atletas.

O EC Prudência volta a campo no próximo domingo (12) na cidade de Arealva, quando enfrentará o São Pedro as 9h30.

Uruguaio é atração

Em um bate papo com Leandro Saldívia, o centroavante nos falou que está em um período de testes no Brasil, em busca de uma equipe para seguir carreira como jogador, mas não descarta a possibilidade de defender as cores do EC Prudência na temporada de 2017 da Primeira Divisão da Liga Bauruense.

Leandro Saldívia durante passagem pela equipe do Penãrol
Foto: Arquivo Pessoal

No Uruguai, o atleta passou pelas categorias de base do Penãrol em um curto período de seis meses, além de atuar pelo Danúbio por dez anos nas categorias de base, onde se profissionalizou aos 19 anos e permaneceu mais quatro anos, sendo dois deles emprestado ao Centro Atlético Fênix de Montevidéu.

Sua trajetória no Danúbio começou aos 12 anos e se estendeu até os 23, onde o centroavante disputou o Campeonato Uruguaio, Pré-Libertadores e Pré-Sul americana e seguiu atuando com a equipe, alternando jogos no time principal e na base devido sua idade.

No Uruguai, diferentemente do Brasil, os atletas não que não estão sendo utilizados no time principal, passam a atuar numa competição semelhante a Série A3 do Campeonato Paulista, onde os clubes se enfrentam com jogadores "reservas",porém a disputa faz parte do calendário oficial do País.




Nenhum comentário:

Postar um comentário