n':

PUBLICIDADE

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Noroeste arranca empate no sufoco diante da Inter de Limeira

Lance de ataque noroestino no empate diante da Inter de Limeira em Bauru
Foto: Juliano Gomes / Tá na rede Bauru

Manhã de sol, torcida comparecendo em peso, música ao vivo, o clima de festa mostrava o que seria em mais uma partida do Noroeste em casa no Campeonato Paulista,pela quarta rodada diante da Inter de Limeira.


Mas engana-se quem imaginou que esse clima fosse repassado para os jogadores dentro do campo, que com abola rolando,viram um adversário apetitoso pela vitória e não se intimidou,se lançando ao ataque e agredindo a meta noroestina com jogadas perigosíssimas.

Airo trabalhou muito, Citta Jr e Vitor Gava também, o único setor que menos sentiu as investidas foi a lateral direita comandada por Jonatas Paulista improvisado na posição por opção do técnico Marcelo Sangalatti.

O sufoco foi o suficiente para mostra ao Noroeste que mesmo o fator casa não fará diferença se a meta  não for a ganância por vitória sendo dentro ou fora de casa em um campeonato que será decidido nos detalhes e quem menos errar e mais pontuar largará na frente.

O jogo

A Inter de Limeira iniciou a partida pressionando a saída de bola do Noroeste com a marcação acirrada do trio ofensivo acompanhado do meio-campista evitando as descidas rápidas dos laterais, forçando a ligação direta entre defesa e ataque.

Sem se dar conta de que o jogo havia começado, a zaga noroestina bateu cabeça e fez recuo de jogada para Airon que se atrapalhou e ao tentar se desfazer da bola, chutou no pé de Jow, que avançou para dentro da grande área em diagonal e bateu rasteiro no canto direito e Citta Jr. se esticou, mandando a bola para escanteio tirando o perigo em cima da linha as oito minutos de bola rolando.

Lateral-esquerdo Rael foi um dos destaques da equipe noroestina
Foto: Juliano Gomes / Tá na rede Bauru

Mantendo a linha de frente agressiva e veloz, a Inter chegou a abertura do placar com Wesley após lançamento longo que passou por toda a defesa do Noroeste, o atacante recebeu o passe completamente impedido, dominando dentro da grande área pelo lado esquerdo do campo de ataque, batendo rasteiro no centro do gol vencendo Airon aos doze minutos de jogo.

Aos dezessete minutos, Balardim cobra lateral pelo lado direito para dentro da grande área, Vito Gava tenta desvio e a bola sobra para André Mococa bater colocado no ângulo esquerdo de Airon que só olhou a bola bater no poste e se perder pela linha de fundo.

O Noroeste sentiu as vaias da torcida,mas não conseguia criar as jogadas ofensivas, embora os melhores momentos da equipe tenha saído dos pés de Rael, o habilidoso lateral-esquerdo passava com facilidade pelo lado esquerdo do campo, chegando a linha de fundo para fazer os cruzamentos que não eram aproveitados pelo ataque.

Próximo do apito final, o limitado árbitro Paulo Sérgio dos Santos assinalou pênalti em favor do Noroeste após cobrança de escanteio que Citta Jr cabeçeou e o zagueiro desviou com o braço interceptando a bola de entrar nameta. Na cobrança, Gabriel Barcos bateu com categoria, rasteiro no canto esquerdo de Rafael Magrão igualando o marcador.

Na volta do intervalo, uma reprise do primeiro tempo, a Inter dominando o jogo e o Noroeste assistindo os visitantes ficar na frente do marcador pela segunda vez ao dois minutos após Teco fazer lançamento entre os dois zagueiros noroestinos e Malcoon desviar a bola na saída de Airon ampliando o marcador.

Sem poder de reação, e sem Sangaletti no banco devido a sua expulsão, o Noroeste não se encontrava no meio de campo, forçando o Diego Iatecola a se deslocar do seu posicionamento para buscar a jogada ainda no campo defensivo na esperança do último passe chegar aos pés dos atacantes.

Tuxa pela ponta esquerda buscava o jogo, porém o mesmo não fazia Bruno Rodrigues que demonstrava o cansaço e falta de rítimo, andando em campo durante a maior parte do confronto deixando o Noroeste sem opção de ataque pelo lado direito.

Edrean passa por dois marcadores em jogada individual no ataque noroestino
Foto: juliano Gomes / Tá na rede Bauru

Aos 29 minutos o torcedor noroestino voltou a ter esperança após Edrean que havia entrado do decorrer da etapa sofrer pênalti completamente duvidoso após trombada dentro da grande área entre o meia e o zagueiro. Barcos novamente bateu colocado e rasteiro, dessa vez no canto direito de rafael Magrão igualando novamente o marcador.

O Noroeste ainda teve o atacante Rodolfo expulso junto com o atacante Wesley da Inter de Limeira aos trinta e dois minutos.

Aos quarenta e quatro minutos o Noroeste perdeu grande chance de virar o marcador após bela jogada individual de Edrean que se livrou da marcação do zagueiro e bateu cruzado mas a bola se perdeu pela linha de fundo.

Com o empate o noroeste encerrou a rodada na oitava colocação, com sete pontos somados e na próxima quarta-feira encara o Independente de Limeira na casado adversário em busca dos três pontos para melhorar a posição na tabela de classificação.

O Noroeste foi a campo com: Airon, Jonatas Paulista, Citta Jr, Vitor Gava e Rael, Rafinha, Maicon Douglas, Bruno Rodrigues (Jhony) e Diego Iatecola (Rodolfo), Gabriel Barcos e Tuxa (Edrean); Técnico Marcelo Sangaletti.

Pela Inter, foram a campo: Rafael Magrão, Balardim, Carlão, Nikão e Malcoon (Vinicius), Marquinhos, Teco, Tom e André Mococa, Jow (Luiz Roberto) e Wesley; Técnico João Valim

Árbitro: Paulo Sérgio dos Santos, auxiliado por Marcelo Zamiam de Barros e Décio Casagrande Portiéri.

Público pagante: 3.739 Renda: R$ 49.440,00



Nenhum comentário:

Postar um comentário