n':

PUBLICIDADE

sábado, 18 de novembro de 2017

Vôlei Bauru é derrota pelo Sesc/RJ fora de casa pela oitava rodada da Superliga

Redação TNRB
Dois dos melhores bloqueios da Superliga ficaram frente e o Sesc/RJ levou a melhor
Foto: Hélio Melo / Sesc RJ

Ainda desfalcado da ponteira Paula Pequeno que segue com o tratamento de uma tendinite no ombro direito, não encontrou sua melhor forma de encaixar o jogo e sucumbiu diante das cariocas por 3 sets a 0.



O Vôlei Bauru foi superado pelo Sesc/RJ por 3 sets a 0 (parciais de 25/21, 25/23 e 25/19) nesta sexta-feira, no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, em duelo válido pela oitava rodada da Superliga 2017/2018. Com o resultado, a equipe bauruense permanece com 8 pontos na classificação, obtidos após duas vitórias e seis derrotas.

O próximo compromisso do Vôlei Bauru na competição será o Hinode/Barueri no dia 25, às 15h, no Ginásio Panela de Pressão. Na sequência, faz o penúltimo confronto do primeiro turno diante do Valinhos, em 1 de dezembro, às 20h, em Valinhos, e encerra o turno contra o São Caetano, em 8/12, às 19h30, no Ginásio Panela de Pressão.

O jogo

O primeiro set, em que o Vôlei Bauru iniciou com Juma, Dayse, Palacio, Helô, Valquiria, Andressa Picussa e Shara Venegas – a ponteira Paula Pequeno segue em tratamento de tendinite no ombro e não atuou novamente –, começa com os times errando bastante, mas com o Sesc/RJ abrindo cinco pontos no 10/5 e Fernando Bonatto, técnico bauruense, pede tempo. No reinício, o time bauruense reduz para apenas um ponto a vantagem carioca após três bloqueios consecutivos e um erro de ataque do Sesc/RJ, chegando aos 11/10 e Bernardinho parando o jogo. No retorno o Vôlei Bauru, com bom desempenho de suas centrais, consegue empatar no 16/16 e vira em 17/16 após ace de Val, obrigando Bernardinho a pedir tempo. No reinício o time carioca empata em 18/18, vira em 19/18 com ataque de Natiele e Bonatto para o duelo novamente. Natiele abre dois pontos para o time carioca, que chega ao 20/18 e, na sequência, aproveita erros bauruenses na reta final para finalizar a parcial em 25/21.

Equipe do técnico Bernardinho segue invicta na disputa da Superliga 2017/2018
Foto: Hélio Melo / Sesc RJ

O segundo set foi bastante equilibrado até o time carioca conseguir quebrar a recepção bauruense e abrir quatro pontos de vantagem no 15/11 e Bonatto pedir tempo. No reinício o time bauruense reage e, com um erro de recepção carioca e um bloqueio, diminui para um ponto chegando ao 15/14 e Bernardinho pedindo tempo. No retorno o time carioca amplia para quatro pontos no 21/17 e Bonatto para o jogo novamente. O Vôlei Bauru aperta o saque e, com bloqueio eficiente, encosta no 21/20 e Bernardinho para o jogo. No reinício, em marcação controversa de toque na rede da central Valquiria, o time carioca chega aos 23 pontos e na sequência atinge o set point com 24/21. Em seguida, o time carioca erra o saque e o Vôlei Bauru chega aos 23 pontos com bloqueio de Valquiria, mas Monique fecha a parcial em 25/23 para o time carioca.

O terceiro set também começa extremamente equilibrado até que, com dois erros consecutivos de recepção bauruense, o Sesc/RJ abre 7/5. Na sequência o time carioca amplia para quatro pontos, chegando aos 12/8, e Bonatto para o jogo. Mas, com muitos erros, especialmente na preparação das jogadas, o Vôlei Bauru permite ao Sesc/RJ abrir a maior distância no placar em todo o jogo com seis pontos no 17/11 e Bonatto para o jogo. O Vôlei Bauru corta a vantagem carioca pela metade no 19/16, mas o Sesc/RJ volta a apertar o ritmo, aumenta a vantagem e fecha a parcial em 25/19 e o jogo em 3 a 0.

As maiores pontuadoras do Vôlei Bauru no confronto diante do Rio de Janeiro foram a ponteira Palacio, com 14 pontos, as centrais Valquiria, com 10, e Andressa, com 9, a ponteira Dayse, com 6, e a oposta Helô, com 4. O Troféu Viva Vôlei foi para Drussyla, maior pontuadora da partida com 19 pontos.

Texto: Marcelo Ferrazoli / Vôlei Bauru




Nenhum comentário:

Postar um comentário