n':

PUBLICIDADE

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Vôlei Bauru é derrotado no Tie Break pelo Vôlei Nestlé/Osasco

Redação TNRB
Andressa e Ariane bloqueiam ataque adversário. Quesito segue como arma bauruense
Foto: Neide Carlos / Vôlei Bauru

Seguindo a série de duelos complicados na Superliga, a equipe do Vôlei Bauru saiu em desvantagem de 2 sets a 0, buscou o empate, mas não evitou derrota dentro de casa para as osasquenses na sétima rodada da competição nacional.


Equipe bauruense foi valente do início ao fim do duelo, fez frente as osasquenses, buscou a igualdade no placar, mesmo desfalcada da ponteira Paula Pequeno que segue em tratamento de tendinite do ombro direito em não foi pro jogo.

O jogo

O primeiro set, em que o Vôlei Bauru iniciou com Juma, Dayse, Palacio, Helô, Valquiria, Andressa Picussa e Shara Venegas começou equilibrado, com os dois times arriscando bastante no saque e com boa eficiência defensiva. Até que o Osasco consegue abrir três pontos de vantagem no 15/12 e Fernando Bonatto pede tempo. No reinício o time osasquense mantém o ritmo e amplia a vantagem para quatro pontos no 20/16 e o Vôlei Bauru para o jogo. No retorno, o time bauruense até consegue ter chances para diminuir a distância, mas sofre com falhas na recepção quebrada pelo bom saque osasquense e o baixo aproveitamento nos contra-ataques. O Vôlei Nestlé/Osasco se aproveita e fecha a parcial em 25/20 em 25 minutos.

O segundo set começa com o time osasquense à frente, que se aproveita da queda de rendimento bauruense, especialmente na recepção, e abre quatro pontos no 10/6. Mas a equipe osasquense tem grande melhora de aproveitamento no bloqueio e aumenta a vantagem para seis pontos no 17/11, encaminhando com tranquilidade a vitória na parcial por 25/15 em 24 minutos.

No terceiro set, o Vôlei Bauru começa forçando o saque e criando dificuldades para a recepção osasquense, que, combinado com o melhor rendimento nos bloqueios, faz o time bauruense abrir quatro pontos no 6/2 e o Osasco para o jogo. Mais consistente, o time bauruense mantém o ritmo e sustenta a vantagem até o 15/10, quando o time osasquense reage em boa passagem no saque de Tandara e encosta em dois pontos no 15/13, fazendo Bonatto parar o jogo. No reinício, com dois aces de Tandara o Osasco empata em 15/15, mas o time bauruense retoma a frente do placar com 19/16 após dois bloqueios consecutivos. Só que o Osasco não se entrega, volta a encostar para apenas um ponto no 19/18 e Bonatto para o jogo. No reinício o time bauruense se aproveita de erros osasquenses e abre quatro pontos no 22/18, mas o Osasco volta a reagir e diminui para 23/21. O Vôlei Bauru chega ao set point após erro de ataque de Tandara, mas Palacio erra saque e Osasco chega aos 22 pontos. Na sequência, o Vôlei Bauru fecha a parcial em 25/22 com ataque de Val em 28 minutos.

Valquíria e Palácio bloqueiam ataque do time de Osasco no Ginásio Panela de Pressão
Foto: Neide Carlos / Vôlei Bauru

No quarto set, novamente o time bauruense começa melhor e, escorado em melhor rendimento na defesa e saques eficientes fazendo estragos na recepção osasquense, abre 7 a 4. Com o bloqueio também passando a funcionar, o Vôlei Bauru chega aos 10/6, mas o Osasco melhora o saque, quebrando a recepção bauruense, e encosta em 11/10, fazendo Fernando Bonatto parar o jogo. No reinício o Osasco empata no 14/14, vira no 17/16 após erro de ataque bauruense e Bonatto volta a pedir tempo. O Vôlei Bauru empata no 18/18 e o final da parcial fica emocionante. O time bauruense passa à frente com ataque de Palacio, chegando aos 20/19, e abre dois pontos com 21/19 após cartão vermelho por reclamação para Carol Albuquerque, de Osasco. Mas o Osasco reage novamente e empata no 21/21, com Bonatto parando o duelo. No reinício o time bauruense erra recepção e facilita o ataque de Osasco, que chega aos 22. O Vôlei Bauru empata em 22 e na sequência Tandara faz 23 para o Osasco. Val empata para o Vôlei Bauru em 23/23. O Vôlei Bauru vira para 24/23 com ataque de Palacio e fecha a parcial em 25/23 em erro de ataque de Osasco em 30 minutos.

O quinto set começa equilibrado, mas com o Vôlei Bauru à frente com três pontos de vantagem no 6/3 e Osasco pede tempo. No reinício Osasco se aproveita de erros bauruenses e empata em 6/6, com Bonatto parando o duelo. O time osasquense vira em 7/6 em ótima passagem no saque de Tandara e chega aos 8/6 em novo ace da ponteira de Osasco. O time bauruense não se entrega e empata em 8/8, mas Osasco volta a abrir dois pontos no 10/8 após ataques de Tandara e Bia. Tandara erra ataque e o Vôlei Bauru chega ao nono ponto. Mari Paraíba sustenta os dois pontos de vantagem fazendo 11/9 para Osasco. Em bloqueio o Osasco abre três pontos chegando aos 12/9 e na sequência Palacio faz o décimo ponto bauruense. Bia faz 13/10 para Osasco, que chega ao match point com ace de Mari Paraíba. O Vôlei Bauru chega ao décimo-primeiro ponto com erro de saque de Mari Paraíba, mas o Osasco fecha a parcial em 15/11 com ataque de Tandara, após 18 minutos, e vence o jogo em 3 a 2.

As maiores pontuadoras do Vôlei Bauru no confronto contra o Vôlei Nestlé/Osasco foram a ponteira Palacio, com 21 pontos, a oposta Helô, com 17, e as centrais Valquiria, com 9, e Andressa, com 8. A maior pontuadora do jogo foi a ponteira Tandara, do Vôlei Nestlé/Osasco, com 29 pontos.

Para o técnico Fernando Bonatto, do Vôlei Bauru, apesar da derrota, o desempenho da equipe diante do atual campeão estadual e um dos favoritos ao título da Superliga 2017/2018 serve para dar confiança e moral ao time. “Conseguimos colocar em prática aquilo que treinamos. Estamos tendo qualidade nos treinamentos e conseguimos, mesmo saindo atrás em 2 a 0, manter a postura de sermos agressivos no ataque, buscando a melhor forma de contra-atacar e sacar. Estão de parabéns pela atitude, coragem e dedicação que jogaram”, ressaltou.

Texto: Marcelo Ferrazoli / Vôlei Bauru



Nenhum comentário:

Postar um comentário