n':

PUBLICIDADE

sábado, 2 de dezembro de 2017

Vôlei Bauru e SESI firmam parceria. Na Superliga o foco é o G8

Por Juliano Gomes
A partir da esquerda: Paulo Skaf, Rodrigo Mandaliti e Reinaldo Mandaliti
Foto: Neide Carlos / Vôlei Bauru

Novo parceiro do Vôlei Bauru chega em momento importante para o clube e para o município com projeto a médio prazo e que prevê a construção de um novo ginásio.


Será um ano especial, ou já esta sendo, devido ao anúncio oficial feito na manhã de sexta-feira, na sede da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), onde estiveram presente alunos do Sesi, Senai, autoridades, empresários municipais, além do presidente do Sesi-SP e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf.

O Sesi então terá uma nova casa, já que as categorias de base, sub-17 e sub-19, a partir de fevereiro, passarão de Santo André para a cidade "Sem Limites" e as seletivas para integrar os elencos serão abertas em janeiro próximo e, após o término da Superliga, em maio, a equipe passará a se chamar SESI/Vôlei Bauru após avaliação das equipes. "Será um time competitivo, que vai realmente fazer diferença para o vôlei de São Paulo, para o vôlei brasileiro, e se Deus quiser, quem sabe se torne referência para o vôlei internacional", disse Skaf.

O orçamento do Sesi Vôlei Bauru para a temporada 2018-2019 será de cerca de R$ 5 milhões, revelou Skaf, investimento feito “esperando que traga entretenimento e dê exemplo, coisas boas para as pessoas de Bauru e de todo o Estado”. O presidente da Fiesp e do Sesi-SP também ressaltou a tradição de Bauru no esporte, incluindo vôlei e basquete. “Há cultura de vários esportes.”

O presidente do Vôlei Bauru, Reinaldo Mandaliti, destacou o fato de que a parceria é um reconhecimento do que foi executado até hoje pelo projeto e que este ganhará em qualidade com a chegada do Sesi. “Era algo que eu acreditava ser possível desde o dia que entrei aqui e que agora, felizmente, está se tornando realidade. É gratificante saber que o projeto será reconhecido e que ele chegou ao seu ápice”, ressaltou.

Novo Ginásio

Outra novidade anunciada, foi a construção do tão sonhado ginásio, que poderá ser instalado na unidade do Sesi, localizado no Horto Florestal e terá capacidade para 5 mil pessoas e com investimento de R$ 10 milhões.

O presidente do Sesi-SP e Fiesp Paulo Skaf revelou que pretende concluir o projeto para a nova praça esportiva até meados de 2018 e a obra final será entre no fim de 2019.

De olho no G8

Fora do grupo das oito equipes que avançar para os playoffs, o Vôlei Bauru encara nesse domingo a equipe do Renata/Valinhos as 13h no Ginásio Panela de Pressão em duelo válido pela décima rodada da Superliga.

Atualmente a equipe bauruense ocupa a nona colocação com 9 pontos somados e caso vença as valinhenses e o São Cristóvão Saúde/São Caetano seja derrotado ou vença por no máximo 3 a 2 a equipe do Brasília, o Vôlei Bauru voltará a integrar o G8.

Comandada por Fernando Bonatto a equipe bauruense terá uma sequência de partidas em seus domínios após enfrentar as candidatas direta ao título da competição e somente a vitória nesse duelo interessa, para a equipe se reabilitar e embalar na disputa.

Depois do duelo diante do Valinhos, a equipe do Vôlei Bauru voltará a quadra no dia 10 de dezembro, no encerramento do primeiro turno quando enfrentará o São Cristóvão Saúde/São Caetano  as 13h e depois sairá para enfrentar o Pinheiros no dia 19, em confronto válido pelo returno no dia 19 as 19h30 encerrando a temporada 2017 da Superliga que dará uma pausa para as festividades de Natal e Ano Novo.



Nenhum comentário:

Postar um comentário