n':

domingo, 14 de janeiro de 2018

Vôlei Bauru derrota Sesi em casa e conquista segunda vitória seguida na Superliga Feminina

Redação TNRB
Tifanny foi uma das maiores pontuadoras do Bauru na vitória diante da equipe do Sesi
Foto: Neide Carlos / Vôlei Bauru

O Vôlei Bauru venceu o Sesi por 3 sets a 1 (parciais de 25/19, 24/26, 33/31 e 25/12) nesta sexta-feira à noite, no Ginásio Panela de Pressão, em duelo válido pela quarta rodada do returno da Superliga 2017/2018. 


Com o resultado, a equipe bauruense conquistou o segundo triunfo consecutivo em casa – vinha de vitória diante do Brasília por 3 a 1 – e chegou aos 23 pontos obtidos com seis vitórias e nove derrotas, mantendo-se na sétima colocação e no grupo dos oito melhores times que se classificam às quartas de final da competição.

O Vôlei Bauru retorna aos treinos na próxima segunda-feira, 15, quando inicia sua preparação para o próximo compromisso pela Superliga 2017/2018 diante do Camponesa/Minas, no dia 26, às 20h, em Belo Horizonte.

O jogo

Sem a ponteira Paula Pequeno, ainda em tratamento de lesão na clavícula direita, o Vôlei Bauru iniciou o jogo com a seguinte formação: Juma, Dayse, Tifanny, Palacio, Angelica, Andressa e Shara Venegas.

No primeiro set, o Sesi começa à frente abrindo 3 a 0 , mas o Vôlei Bauru se estabiliza, empata e vira no 6/5. Na sequência, o time bauruense amplia a vantagem para três pontos no 9/6 e Lino Rodolfo, técnico do Sesi, pede tempo. No retorno, o Sesi reage, com saque mais agressivo e complicando a recepção bauruense, e empata em 9/9, mas o Vôlei Bauru volta a abrir três pontos no 12/9 e depois manteve o ritmo para fechar a parcial em 25/19 em 26 minutos.

No segundo set, o Vôlei Bauru comandou o placar durante todo o período e abriu vantagem confortável de 21/13, mas na reta final da parcial sofreu um verdadeiro “apagão” permitindo ao Sesi reagir, empatar em 24/24, virar em 25/24 e fechar em 26/24.

Jogadoras do Vôlei Bauru comemoram a vitória após o fim do duelo na Panela de Pressão
Foto: Neide Carlos / Vôlei Bauru

O terceiro set começou equilibrado, mas o Vôlei Bauru consegue abrir vantagem de três pontos no 9/6 e o Sesi pede tempo. Na sequência o Sesi empata no 12/12, mas o time bauruense passa novamente à frente e amplia a vantagem para cinco pontos no 20/15. Só que, mais uma vez, o Sesi reage e corta a diferença para apenas um ponto no 20/19. E, assim como no set anterior, o time bauruense permite a reação do Sesi após estar à frente e a parcial fica dramática. O Vôlei Bauru chega ao 26/25 em erro de ataque do Sesi, que empata em 26/26 em seguida. Angelica faz 27/26 para o Vôlei Bauru e o Sesi empata em 27/27 explorando bloqueio. Angelica bloqueia e o Vôlei Bauru faz 28/27 e o Sesi empata em 28/28. O Sesi faz 29/28 com erro de ataque de Tifanny, que se recupera do erro e empata em 29/29 para o Vôlei Bauru. O Sesi faz 30/29 e o Vôlei Bauru empata em 30/30 com Tifanny. O Sesi faz 31/30 com Nicolle e Tifanny empata em 31/31. O Sesi erra ataque e o Vôlei Bauru faz 32/31 e fecha em 33/31 com bloqueio de Angelica após 40 minutos.

No quarto set, o Vôlei Bauru começa melhor e abre vantagem de sete pontos no 14/7. No entanto, o Sesi reage e diminui a diferença para três pontos no 14/11. Mas o Vôlei Bauru, em ótima passagem no saque de Ju Carrijo, que consegue dois aces, e com bloqueio eficiente aumenta a vantagem para dez pontos e chega a 21/11. E, desta vez com mais tranquilidade, o time bauruense fecha a parcial em 25/12 após 23 minutos.

As maiores pontuadoras do Vôlei Bauru no confronto foram a ponteira Palacio, com 22 pontos, a oposta Tifanny, com 21, as centrais Angelica, com 13, e Andressa, com 12, a ponteira Dayse e a levantadora Ju Carrijo, ambas com 6, e a levantadora Juma, com 4. O Troféu Viva Vôlei ficou com a levantadora do Vôlei Bauru, Ju Carrijo, eleita a melhor jogadora da partida.

Para o técnico Fernando Bonatto, a quantidade de erros cometidos foi o principal “pecado” cometido pelo time bauruense, que permitiu ao Sesi “acordar” na partida. “Nosso sistema de jogo funcionou perfeitamente até a parte final do segundo set, quando cometemos muitos erros e trouxemos o Sesi pro jogo. Tínhamos construído vantagem grande, mas cometemos erros atrás de erros, ficamos ansiosos em fechar o set e isso trouxe o Sesi ao jogo. Eles já começaram o terceiro set no nível em que terminaram o segundo. Foi um jogo muito duro e somente no quarto set conseguimos restabelecer nosso sistema de jogo novamente”, analisou o treinador.

Texto: Marcelo Ferrazoli / Vôlei Bauru



Nenhum comentário:

Postar um comentário