n':

PUBLICIDADE

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Alberto Félix chega ao Noroeste para a sequência da Série A3

Por Juliano Gomes 
"Delegado" tem a missão de ajudar o Norusca na batalha pelo acesso à A2
Foto: Divulgação

Com grande histórico pelo Bragantino, técnico do 51 anos chega ao clube bauruense com missão de retomar confiança dos torcedores e levar o Noroeste ao sonhado acesso.


O momento não é dos melhores na Vila Pacífico, já que após começo esplendoroso no Campeonato Paulista, o Noroeste se encontra em momento complicado, embora esteja entre os oito primeiros, não vem apresentando um futebol convincente, já que a meta é o acesso para a Série A2, entretanto os adversários enfrentados até o momento também não provaram alta performance, fazendo da competição uma nível equilibrado e de pouca técnica.

Depois de uma sequência negativa (derrotas para Barretos e Atibaia e empate diante do Rio Branco), o clube informou através da rádio Jovem Pan News Bauru/Jornada Esportiva, o pedido de desligamento por parte do agora ex-técnico Tuca Guimarães que alegou problemas de saúde na família e já foi apresentado pelo Nacional AC da capital na disputa da Série A2.

Sem tempo para pensar e precisando se reencontrar com as vitórias, o clube anunciou na manhã dessa segunda-feira, 12, a contratação de Alberto Félix, ídolo no Bragantino e que ao assumir o comando da equipe principal depois de passagem pela categoria de base, levou a equipe ao acesso da Série A2 para a elite do Estadual.

O treinador que já se encontra em Bauru trabalhou também no Taubaté e Atibaia e chega ao Norusca para colocar a equipe novamente nos trilhos da vitória e ajudar na conquista do objetivo principal que é subir de divisão. A contratação do novo despertou certa desconfiança em parte dos torcedores, algo natural pelo mau momento vivido dentro de campo.

"O Alberto Félix é um nome importante do futebol. Conhece as divisões de acesso e recolocou o Bragantino na elite do Paulista após uma difícil disputa na Série A2 do ano passado. Um profissional sério, qualificado, dedicado e compromissado. Tenho certeza que ele vai ser abraçado pelo nosso torcedor e que vai fazer um bom trabalho em recolocar o Noroeste novamente nos trilhos da vitória", disse o vice-presidente de futebol Reinaldo Mandaliti.

Carreira do treinador

Como técnico, Alberto passou por Penapolense e Atibaia antes de comandar a base do Bragantino. Em 2017 foi efetivado como treinador da equipe principal e logo de cara garantiu o importante acesso da equipe, da Série A2 à Elite. Agora, ele quer repetir o feito com o Esporte Clube Noroeste, na Série A3.

Alberto Félix é ídolo no Bragantino e construiu essa reputação quando era um meio-campo habilidoso, conhecido pelo apelido "Delegado". Alberto era um meia de criação que jogou quatro anos no Braga e foi vice-campeão Brasileiro em 1991. Ele chegou a atuar pela Seleção Brasileira às vésperas da Copa de 1994 e, apesar de cotado, não foi convocado por Carlos Alberto Parreira.
O último clube de Alberto Félix foi o Taubaté, onde comandou o time na Série A2 do Paulista. No último dia 4, treinador e o clube anunciaram o encerramento de sua passagem por lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário