n':

PUBLICIDADE

sábado, 31 de março de 2018

Com novidades no elenco, Noroeste sofre forte marcação e fica no empate contra o Atibaia

Por Juliano Gomes
Alterações na segunda etapa deixaram a equipe mais ofensiva e objetiva
Foto: Bruno Freitas / EC Noroeste

Noroeste não consegue furar bloqueio adversário, fica no empate diante do Atibaia e agora terá de vencer fora de casa para ficar com a vaga nas semifinais.


Que seria difícil, isso era fato, mas a baixa produção da equipe noroestina na partida, principalmente na primeira etapa preocupa á todos com relação ao jogo de volta na "casa" do adversário. A equipe que veio com mudanças em relação ao elenco que vinha atuando, não agradou, porém a equipe não teve a semana cheia para trabalhar com os novos reforços e extrair o melhor de cada.

Somente no final do segundo tempo, após as entradas de Jorge Mauá, Leandro Oliveira e Alef deu mais dinâmica de jogo para o Noroeste que chegou por mais vezes dentro da área adversária, bem diferente do período inicial onde a equipe, durante os 45 minutos chutou apenas uma vez ao gol do goleiro Cairo que sem dificuldades fez a defesa. Postura que terá de ser muio diferente no duelo de volta quando a equipe terá que agredir o adversário do início ao fim do duelo para ficar sair com a classificação.

O jogo

No início da partida a equipe do Atibaia levou perigo à meta noroestina em descida veloz pelo lado direito e da entrada da grande área, Mascote arrisca chute rasteiro e a bola se perde pela linha de fundo. Em nova descida, o Atibaia mais uma vez levou perigo contra a meta do alvirrubro, chegando a marcar o gol após cruzamento, mas o assistente anulou marcando impedimento.

O Noroeste com mais dificuldade de infiltrar na defesa do Atibaia arriscou chutes de longa distância com Gindre e André Rocha, que não ameaçaram a meta do goleiro Cairo.

Sem ofensividade o Noroeste esbarrava na defesa adversária, que saí em velocidade pelos lados explorando o contra-ataque com os jogadores de ponta, se mantendo no campo de ataque, porém sem efettividade nas finalizações.

Na volta do intervalo, o Noroeste promoveu a primeira alteração no elenco, tirando o meia Vilson e colocando o centroavante Jorge Mauá afim de dar mais mobilidade ao ataque, deslocando o Fernandinho para a ponta direita, mantendo Gindre aberto pelo lado esquerdo formando uma linha ofensiva de três homens.

Ewerton Maradona conduzindo a bola. Meia foi muito marcado durante a partida
Foto: Bruno Freitas / EC Noroeste

A primeira chegada real ao ataque do Atibaia ocorreu somente aos 28 minutos com Jorge Mauá recebendo passe de Fernandinho, mas a bola escapou e ficou fácil para a defesa de Cairo.


O Noroeste ainda reclamou da não marcação de penalidade no lance seguinte, aos 30 minutos após a bola bater claramene na mão do zagueiro adversário dentro da grande área, matibas o árbitro deixou o lance seguir.

Na busca pelo gol, o treinador noroestino queimou o último cartucho ao colocar o atacante Alef no lugar de Gindre. O esquema mudou a postura da equipe bauruense em campo e nos minutos finais passou a jogar com mais agressividade pressionando o adversário, chegando muito próximo de abrir o marcador em cobranças de escanteio e falta, visando a chegada da bola em Jorge Mauá, contudo a  equipe não conseguiu passar pela forte defesa montada pelo Atibaia e o placar não saiu do zero. 

Após a partida, o técnico Alberto Félix comentou s a postura da equipe em campo, acreditando que, no geral a equipe se desempenhou bem, explorando a qualidade na mobilidade do atacante Fernandinho, e na qualidade do passe do meia Ewerton Maradona, alé da experiência e qualidade do laeral Alex Cazumba, embora a linha de frente tenha esbarrado na forte marcação da zaga adversária.
Para o duelo de volta com amndo do Atibaia, porém em Indaiatuba, o treinador não adiantou se manterá o mesmo time que iniciou a partida desse sábado, mas acredita no entrosamento necessário da equipe nos treinos durane a semana para que possa voltar para Bauru com resultado positivo.

Noroese e Atibaia voltam a se encontrar no próximo sábado, as 15h no estádio Ítalo Mário Limongi em Indaiatuba com a transmissão da TV FPF.

Escalações

EC Noroeste: 1-Ferreira, 2-Pacheco, 3-Jean Pierre, 4-Marcelinho, 6-Alex Cazumba; 5-Maicon Douglas, 7-André Rocha, 8-Vilson (18-Jorge Mauá), 10-Ewerton Maradona (17-Leandro Oliveira); 11-Gindre (16-Alef). Téc. Alberto Félix.

SC Atibaia: 1-Cairo, 2-Nando, 3-Junior, 4-Danilo, 6-Cortez; 5-Igor, 7-Paraíba, 8-Rogério Maranhão, 10-Danilo Pereira (17-Eduardo); 9-Mascote (16-Filipe), 19-Tavares. Téc. Betão Alcantara 

Público - 3.376
Renda - R$ 56,900


Nenhum comentário:

Postar um comentário