n':

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Destaque na temporada, Tifanny renova contrato e permanece em Bauru

Redação TNRB
A partir da esq. Tifanny, Paulo Skaf (SESI e Fiesp) e Rodrigo Madaliti (dir. AVB)
Foto: Ayrton Vignola / Fiesp

Destaque da última edição da Superliga Feminina, oposta Tifanny supera polêmicas criadas e permanece na "Sem Limites" por mais uma temporada 


Agora é oficial. Após ser um dos grandes destaques da Superliga 2017/2018, a oposta Tifanny renovou contrato com o novo time do Sesi Vôlei Bauru e vai permanecer na equipe para a temporada 2018/2019.

Defendendo o time bauruense na principal competição do voleibol nacional, a atleta disputou 14 jogos e marcou 308 pontos, encerrando sua participação com 5,4 pontos/set, a melhor média até o momento da Superliga 2017/2018, que ainda está em andamento.

Acolhimento e proteção

“O primeiro motivo que me fez optar pela renovação foi a receptividade que tive por aqui, todo o carinho da torcida, da cidade e a forma com que todos me acolheram e me protegeram de todas as polêmicas surgidas. Todos estiveram comigo do início ao fim e foram uma família para mim. E, como gostei muito daqui, quis continuar”, ressaltou Tifanny.

A atleta também destacou outro fator importante na decisão de permanecer em Bauru: a chegada do Sesi. “O Sesi é uma camisa de peso e uma das grandes forças do Brasil não só no esporte, mas também na educação e em muitas outras áreas, e tem um trabalho muito bonito com as categorias de base. Por isso, será um orgulho muito grande defender o Sesi/Vôlei Bauru nas competições que teremos pela frente na nova temporada. Acredito muito também na comissão técnica e na diretoria para montarem uma equipe forte e competitiva para podermos chegar nas melhores posições. 

Agradeço ao pessoal do Sesi e do Vôlei Bauru que acreditaram no meu trabalho”, destacou a oposta.
Antes de defender a equipe bauruense, Tifanny já atuou por Foz do Iguaçu, Juiz de Fora, São Carlos, Taquaritinga, São José dos Campos, Esmoriz (Portugal), Caravaca de la Cruz e Sevilha (Espanha), Aniere (França), JTV Dero Zele-Berlare (Bélgica) e Golem Palmi (Itália), seu último time antes de retornar ao Brasil, ano passado, para disputar a Superliga 2017/2018.

Fonte: Sesi/Vôlei Bauru 



Nenhum comentário:

Postar um comentário