n':

PUBLICIDADE

sábado, 30 de junho de 2018

Mexicano reforça o ataque do Noroeste

Redação TNRB
Matheus em lance pelo Norusca. Já é destaque da equipe sub-11 noroestina
Foto: Bruno Freitas / ECN

Jovem promessa, filho de pai jogador que fez carreira no Necaxa, Delfines e Pumas, já é destaque com a camisa 9 do Norusquinha



Matheus dos Reis, de 11 anos, reforça o Noroeste no Campeonato Paulista de base 2018. O garoto fez sua estreia no último domingo, no empate contra o Grêmio Prudente, e agradou toda a comissão técnica. Diferenciado, com qualidade no passe, velocidade em passada larga e habilidade nos dribles, o centroavante noroestino chama atenção por mais um outro motivo. Ele é mexicano. 

Matheus é filho de pais brasileiros, mas nasceu na Cidade do México, capital daquele país, onde viveu seus primeiros anos de vida e tem vínculo muito forte, inclusive, com a seleção mexicana, para quem inevitavelmente vai torcer para avançar às quartas de final da Copa Mundo. 

O centroavante do Norusquinha é filho do volante Elias e de Sandra, sua esposa. Sandra e Elias, hoje com 34 anos, conceberam Matheus quando o jogador passou vários anos no México, onde defendeu os tradicionais Necaxa, Delfines e Pumas. Elias ainda jogou no Matsubara, Mogi Mirim, Al Nasr do Kuwait, Linense, Criciúma, Chongqing Lifan da China, Al Fateh da Arábia Saudita e Dibba Al Fujairah, dos Emirados Árabes. E foi por acompanhar a carreira do pai que Matheus também tem o sonho de ser jogador de futebol.

TORCEDOR DO MÉXICO

Apesar de ser filho de brasileiros, falar português e morar atualmente na cidade de Cambará PR), o coração do menino, na hora de torcer na Copa do Mundo, é 100% mexicano. Afinal, Matheus dos Reis nasceu lá e criou vínculos fortes durante sua infância com o futebol da seleção de Chicharito Hernández e companhia.

GARIMPANDO TALENTOS

Quem descobriu o menino, para o Noroeste, e trouxe ele para a disputa da competição foi o técnico da própria equipe bauruense, Alex Craveiro, que viu o menino jogando em um campeonato entre escolinhas de futebol na cidade de Chavantes-SP (130 quilômetros de Bauru). Alex Craveiro entrou em contato com o treinador da equipe na qual viu Matheus jogar, Rondinely, do Instituto Classe R - Escola da Bola, em Ourinhos, na qual liberou o jovem atleta em uma parceria com o Norusquinha. 

Matheus treina durante a semana neste Instituto, com o treinador Rondinely, e no final de semana o pai Elias percorre vários quilômetros para trazer o atacante para treinar com o Norusquinha no sábado e jogar no domingo. Sua estreia foi na semana passada e neste domingo, às 9h, ele faz a sua segunda partida, contra o Talentos 10 de Marília, pelo Paulista, no Alfredão.

OLHEIROS DA BASE

Se em Bauru são realizadas peneiras anuais, membros da base noroestina sempre fazem também viagens para assistir jogos e acompanhar competições em todo o estado de São Paulo. Eles fazem isso para observar jogadores e poder trazer para o Norusca. Atualmente, no sub-11 e sub-13, o Noroeste tem parceria com as escolas Arena Tókio e Craques do Futuro. É desta forma que as equipes do sub-11, sub-13, e os times sub-15 e sub-17 do Noroeste são formadas. Os treinadores Alex Garcia, Leandro Barbosa, o Mumu, Alex Craveiro e coordenadores Luciano Sato e Paulinho Iacanga fazem captação de talentos durante todo o ano, percorrendo centenas de quilômetros. E foi em uma dessas viagens que Alex Craveiro encontrou o Matheus, hoje vestindo o vermelho e branco mais tradicional do Interior.

Fonte: EC Noroeste


Nenhum comentário:

Postar um comentário