n':

PUBLICIDADE

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Noroeste sofre nova derrota e vive momento delicado na Copa Paulista

Redação TNRB
Noroeste sofre nova derrota
Expressão do técnico Betão Alcântara reflete atual momento vivido pela equipe
Foto: Bruno Freitas / ECN

Norusca teve mais um final de semana infeliz, somou seu quarto revés em cinco jogos e terá que se superar nas próximas 7 rodadas para alcançar o G4.



Não foi na tarde deste sábado (18) que o Noroeste conquistou a sua tão aguardada primeira vitória na Copa Paulista 2018. Jogando fora de casa, com erros cruciais onde a arbitragem complicou a partida, o Norusca sofreu revés de 3 a 1 para a Internacional de Limeira, no estádio Major José Levy Sobrinho. Leandro Oliveira marcou o gol do Alvirrubro e Éder Paulista, Leleco e Luis Roberto fizeram os gols do Leão. Em cinco rodadas pelo grupo 2, o Noroeste acumula quatro derrotas, sendo três delas em sequência, e um empate, totalizando 1 ponto. O time bauruense ocupa a sétima posição na tabela. Já a Inter foi à 7 pontos e encostou no G4.

Dentro de campo, o Noroeste voltou a ser prejudicado pela arbitragem, mas também perdeu chances claras de gol novamente. Logo aos dois minutos, o atacante Renatinho, em condições claras de fazer o primeiro gol, foi puxado dentro da área e o juiz, com dúvida, não assinalou o pênalti. Pouco tempo depois, um jogador da Inter claramente simulou ter sofrido um tapa no rosto, supostamente desferido pelo lateral Pacheco, dentro da área do Norusca, e o árbitro Danilo da Silva deu pênalti para os donos da casa. Imagens da transmissão ao vivo da própria Federação Paulista de Futebol flagraram os dois erros. O camisa 9 Éder Paulista foi para a cobrança e abriu o placar, 1 a 0 Inter de Limeira.

O Noroeste não se intimidou e foi para o ataque. O Noroeste precisou sofrer a segunda falta dentro da área para o árbitro poder marcar um pênalti para o time de Bauru. O camisa 10 Leandro Oliveira cobrou e igualou o placar, 1 a 1. Foi o sexto gol dele na temporada, o primeiro na Copa Paulista. 
Antes do término da primeira etapa, após bobeira na marcação noroestina, a Inter desferiu chute forte na trave. No rebote, Leleco acertou o gol de pé direito, sem chance para o goleiro Cairo, 2 a 1.

No segundo tempo, aos 21 minutos, o Noroeste perdeu bola no campo de ataque, não pressionou o adversário e a Inter fez um contra-ataque muito rápido pela direita do ataque do Leão, na esquerda da defesa noroestina. Luis Roberto avançou, invadiu a área e chutou forte e cruzado, ampliando o placar para 3 a 1.

O técnico Betão Alcântara mexeu no time e deixou o Noroeste com cinco homens com características ofensivas. Colocou Igor Pimenta no lugar de Gustavo, lateral improvisado na esquerda, inseriu o centro-avante Daniel Bueno no lugar de Neto. Substitui também o volante Rogério Maranhão pelo meia-atacante Hugo, que fez sua estreia. O Noroeste seguiu tentando achar espaços no jogo, com vários escanteios sendo cobrados por Leandro Oliveira, mas não conseguiu diminuir o placar. Ainda deu tempo do Noroeste perder Daniel Bueno, que nos acréscimos, após discussão e troca de empurrões com o zagueiro, foi expulso e desfalca o Noroeste na quarta-feira.

O atacante Renatinho, destaque da partida, e o técnico noroestino Betão alcântaram falaram sobre o jogo, por meio do microfone da rádio Jovem Pan News Bauru. "Infelizmente estamos pecando na última bola, para fazer o gol e liquidar o jogo. Só tomamos gols de erros", destacou o jogador. 

Já Betão Alcântara saiu de campo, novamente, bastante incomodado com os sucessivos erros da arbitragem na Copa Paulista. "Estamos fazendo nosso trabalho de forma muita intensa e com muita entrega. Não gosto de ficar reclamando, mas vocês viram ai o erros de arbitragem. A Inter jogou bem, nosso time jogou bem outra vez. Mas o erro crucial do jogo foi o lance do Renatinho, com dois minutos. Nosso jogador estava na frente, com condições de fazer o primeiro gol e ele não deu pênalti. O próprio árbitro confessou que ficou na dúvida na saída para o intervalo", disse o comandante noroestino.

Betão comentou ainda que o trabalho é feito com muita seriedade no clube. "Trabalhamos finalizações, o emocional, a concentração, mas não estamos conseguindo fazer os gols. Não estou aqui dando desculpas, mas quem acompanha o nosso trabalho no dia a dia sabe da dedicação de todos. É a primeira vez na minha carreira, em 19 anos de treinador, onde já tive campanhas de 12 vitórias seguidas, que estou tendo uma sequência negativa assim. Mas o torcedor pode ter certeza que não está faltando empenho e trabalho", finaliza.

O próximo compromisso do Alvirrubro será na quarta-feira (22), às 20h, contra o Desportivo Brasil, no Alfredão, no último jogo do primeiro turno do grupo 2 da Copa Paulista. Restam 7 jogos para o Noroeste, sendo ainda 21 pontos em disputa para tentar superar os prejuízos e tentar classificação, difícil, mas ainda possível dentro do G4.

Fonte: EC Noroeste

Nenhum comentário:

Postar um comentário