n':

PUBLICIDADE

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Semel comunica punição à membros da A. Portuguesa de Bauru

Redação TNRB
Após sexta colocação na classificação geral a Portuguesa foi eliminada nas 4ªs
Foto: Isabela Rufino / A. Portuguesa de Bauru

Em seu primeiro ano de disputa na Copa Semel, porém com jogadores experientes no elenco, a A. Portuguesa de Bauru foi eliminada na fase quartas de final, no último domingo, pela equipe do Beija-Flor.


Depois de uma boa campanha na fase classificatória e a chegada entre as oito melhores equipes da Copa Semel 2018, a Associação Portuguesa de Bauru recebeu no decorrer da quarta-feira, a comunicação sobre a suspensão de alguns membros da equipe com relação á última partida da equipe no campeonato depois de sr relatado em súmula, a agressão contra o árbitro da partida, viado pela seus auxiliares, além do presidente da Associação de Árbitros.

Em comunicado enviado à imprensa pela coordenação de futebol, o membro da comissão técnica Gilson Carlos do Nascimento foi suspenso por um ano após agressão ao árbitro Osvaldo Evaristo Filho. Pelo mesmo período, o atleta Ricardo de Souza que foi relatado por agredir os árbitros assistentes, além dos árbitros que faziam apoio operacional.

Com punição mas severa, o atleta Eliseu Curimbaba, reincidente, pegou suspensão por dois anos, depois de constar no relatório, agressão contra o representante da partida Rogério Pereira, bem como ao presidente da Associação de Árbitros, Carlos Augusto Marins Francisco.

Os incidentes ocorreram na última partida da equipe, em confronto válido pela segunda partida das quartas de final onde a Lusa foi derrotada pelo Beija-Flor com gol marcado por Igor.

Dessa forma e amparado ao RGC, os envolvidos ficarão impedidos de participar de qualquer competição organizada ou dirigida pela Semel durante o período de suspensão.


Nenhum comentário:

Postar um comentário