PESQUISE

Beija-Flor vence Parquinho e após um ano está de volta à decisão. Peba também está na final

Redação TNRB
Borebi domina a bola, marcado por jogador do Beija-Flor no 2º duelo semifinal
Foto: Alan Silva / Divulgação

Título da Copa Semel ficará na Zona Leste da cidade após Beija-Flor e Redentor vencerem seus respectivos confrontos. Última participação das equipes na final foi em confronto entre ambos no ano de 2012.

Depois de longa espera, as quatro equipes semifinalistas da Copa Semel enfim voltaram à campo para a segunda e decisiva partida, depois de registrar no primeiro duelo, as vitórias do Redentor e Beija-Flor sobre o Comercial e Parquinho respectivamente.

Com a vantagem do empate para chegar na decisão, o Beija-Flor não usou do critério e partiu pra cima do Parquinho, chegando com precisão à meta de Eduardo após cobrança de falta do meia Willian que parou nos pés de Marlon, para girar sobre o marcador e da entrada da área, disparar chute forte acertando o travessão e com a bola no alto, o zagueiro Manfio escorou de cabeça para abrir o marcador para o alvi-celeste.

Precisando do resultado para levar a disputa para as penalidades, o Parquinho se lançou ao ataque e no segundo tempo de jogo, diminuiu o placar com Paraná, aproveitando chute rasteiro de longa distância que acertou a trave esquerda do goleiro Murilo, dando rebote para o camisa 21 Tricolor colocar igualdade no marcador.

Com precisão no sistema ofensivo, o Parquinho chegou ao segundo gol depois da cobrança de falta batida por Murilo, acertando o travessão do goleiro Murilo do Beija-Flor, novamente dando rebote que o zagueiro Cléber bateu com firmeza para decretar a vitória Parquinhense e levar a decisão da vaga para as cobranças de pênaltis. A partida teve a arbitragem de Fabio Martins.

Na disputa de pênaltis, o Beija-Flor levou a melhor ao vencer o Parquinho por 3 a 1, com Willian, Roni e Igor marcando para a equipe da Zona Leste, enquanto Murilo, Borebi e Rafael Aidar desperdiçaram suas cobranças e apenas Ricardo Lopes converteu mas já não havia tempo pra reverter o marcador. Na final o Beija-Flor encara o Redentor, velho conhecido de decisões.

Peba na final

Depois de vencer pelo placar de 1 a 0, com gol de Ian na partida de ida, o Redentor voltou a vencer o comercial e dessa vez pelo placar de 2 a 0 no duelo de fundo do estádio Alfredo de Castilho.

Jogadores comemoram com a torcida a classificação para a final
Foto: Divulgação

Depois de uma cobrança de falta perigosa pelo lado esquerdo, Leonardo obrigou o goleiro Thiago a executar defesa dificílima espalmando a bola para escanteio. Na cobrança do tiro de canto, a zaga do Comercial afasta parcialmente e na tentativa de evitar que a bola saísse, o zagueiro do Redentor escorou para trás e viu Luth, ex-Noroeste, encher o pé e estufar as redes abrindo o marcador para o Peba.

No segundo tempo da partida, o pequenino atacante Ian aproveitou lançamento longo, para dominar na entrada da grande área, se livrar do zagueiro e do goleiro para arrematar para o fundo do gol decretando a vitória grená.

Reencontro

Após cinco anos, Redentor e Beija-flor voltarão a decidir o título de uma competição. Para o Peba, será a oportunidade da quebra do tabu de nunca ter conquistado um título sobre o rival, sendo três decisões, em 2010, 2011 e 2012, todas vencidas pelo Beija-flor. Além do fim do tabu, a equipe também poderá encerrar o jejum de 17 anos sem um título do futebol amador, já que a última conquista foi em 2000 sobre o extinto Cruzeiro FC, pela Liga Regional de Futebol de Bauru.

O Beija-Flor, vai em busca do pentacampeonato, já que conquistou o título no ano de 2009 da LRFB em parceria com o Laranjeiras FC. Depois, venceu a edição de 2010 da UEFAB e ficou com o bicampeonato em 2011 e 2012 da Copa Semel.

As finais estão marcadas para o dia 4 e 11 de novembro no estádio Alfredo de Castilho com os jogos marcados para as 9h40. Nesta terça-feira as 16h30, acontecerá uma reunião na sede da Semel, com os dois representantes, sendo um de cada equipe, que terão a companhia do Secretário de Esportes Vanderlei Mazzuchini Junior para definição dos detalhes referentes as partidas das finais.


Errata: A equipe do Beija-Flor está de volta à decisão da Copa SEMEL após um ano (2017) e não cinco, como havíamos divulgado no enunciado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.