PESQUISE

Com racionalidade, Noroeste inicia planejamento para 2019: "Não vamos fazer loucuras"

EC Noroeste

Elenco reunido em oração no estádio Alfredo de Castilho durante reapresentação na segunda-feira
Foto: Bruno Freitas / EC Noroeste

A pré-temporada de 2019 do Noroeste já começou. E não poderia ser melhor, não fosse por uma oração. O elenco se reapresentou na segunda-feira (05/11), no estádio Alfredo de Castilho, visando a disputa pelo Acesso na Série A3 do ano que vem, que começa em 20 de janeiro, com 16 clubes. 

Diferentemente dos quatro últimos anos, o Paulista rebaixará apenas dois, e não mais seis times. Apenas o campeão e o vice sobem para a Série A2. E no Noroeste a expectativa é positiva, mas o clube trabalha com discurso cauteloso (confira todos os atletas abaixo).

Neste primeiro dia de atividades, o Noroeste já apresentou o primeiro reforço para compor o elenco noroestino. Trata-se do centroavante Jackson, homem de área e que tem muita familiaridade em balançar as redes. 

O jogador de 31 anos, 1,77m de altura, destro e natural de Itabuna (BA) fez uma bela campanha pelo Atibaia, em 2018, onde chegou na reta final e foi fundamental no título do então técnico Betão Alcântara, que hoje comanda o Norusca. 

Jackson chegou para jogar as últimas sete rodadas e marcou 7 gols. Outro campeonato no qual teve imenso destaque foi o Série A3 de 2013, quando registrou a marca expressiva de 20 gols e foi artilheiro isolado defendendo o Flamengo de Guarulhos (SP). Segundo ele, só não marcou mais devido a uma lesão que o tirou dos jogos finais.

Em São Paulo, Jackson Borges de Jesus jogou ainda no Grêmio Barueri, Velo Clube, Rio Claro, Matonense e Ituano. Quando se transferiu para o futebol de Minas Gerais, foi bicampeão do Módulo 2, pelo Uberlândia em 2015 e no Patrocinense, em 2017. Sua última competição foi a Copa Paulista de 2018, pelo próprio Atibaia.



"QUERO SER FELIZ AQUI"

O jogador agradeceu a oportunidade de defender um clube de camisa. "O Noroeste abriu as portas pra mim e a expectativa é de jogar, brigar pela artilharia e trabalhar para colocarmos o Noroeste na Segundona", comentou Jackson, tido como um jogador bastante dedicado e que "cheira" gol. De acordo com o gerente de futebol profissional Léo Silvério, "a bola procura ele".

Atacante Jackson, campeão da A3 em 2018 com o Atibaia
Foto: Bruno Freitas / EC Noroeste

"PÉS NO CHÃO E MUITO TRABALHO"

Para o dirigente noroestino, que tem a oportunidade de começar um trabalho do zero no Noroeste, o pensamento é de vitória no Paulista. "Vamos montar um time forte para o Paulista e estamos buscando jogadores vencedores. Cheguei ao Noroeste na reta final da Copa Paulista e procurei conhecer o clube. Agora vamos colocar em prática minha filosofia de trabalho. Na Série A3, o Noroeste é o maior clube e o de mais tradição nesta competição, além de ter a maior torcida, que está sempre presente. E isso faz a responsabilidade ser ainda maior", disse o gerente de futebol.

Léo Silvério destaca ainda que ele e o técnico Betão Alcântara buscam formar um time muito competitivo. "Estamos estudando nomes com muita cautela e precisamos deixar bem claro para todo mundo que não vamos fazer loucuras. Vamos respeitar o orçamento do clube e dentro disso vamos formar uma equipe vencedora", complementa.

Sobre a contratação do atacante Jackson, Léo Silvério conta que já trabalhou com ele em três ocasiões e que ele vem para ser um grande nome ofensivo. "O Jackson é um jogador que o Noroeste precisava. Centroavante de área, fazedor de gols. Tenho certeza que fará uma grande Série A3. Foi campeão comigo e com o Betão na A3 de 2018 e quanto mais jogadores vitoriosos e com qualidade tivermos no Noroeste, a chance de sucesso será maior", finaliza.

ELENCO BASE

Além de Jackson, até o momento, o Noroeste conta com os goleiros Cairo, Eduardo, Tales e o jovem Douglas “Dida”, o lateral-direito Pacheco, os zagueiros Jean Pierre, Junior Campos e PV, os volantes Alê, Rogério Maranhão e Igor Pimenta, o meia Leandro Oliveira e os atacantes Renatinho, Gabriel Esteves e Gindre. Quem está de volta ao grupo, 100% recuperado de lesão, é o zagueiro Vitor Gava, que foi titular na Série A3 de 2017, até machucar o joelho no clássico contra o Marília, quando o técnico ainda era Marcelo Sangaletti. De acordo com o clube, alguns atletas ainda devem deixar o Norusca e outros reforços serão confirmados nas próximas semanas.  


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.