PESQUISE

Nenê decide, Peba vence e larga na frente na decisão da Copa SEMEL

Redação TNRB

Pela contagem mínima equipe vence e joga por um empate para ser campeão
Foto: Divulgação EC Redentor

Foi dada a largada para saber quem vai ser o grande campeão da Copa SEMEL de 2018. E melhor para o Peba, que largou na frente. Numa partida que foi altamente equilibrada, Redentor e Beija-Flor se enfrentaram na tarde deste domingo (04/11) no estádio Alfredo de Castilho pelo primeiro jogo da final da competição.

Com gol de Nenê, o time grená bateu seu oponente pela contagem mínima e saiu em vantagem para ficar com o troféu de vencedor da temporada.

Agora, para ser campeão, pelo menos um empate na próxima partida bastará à equipe do Redentor, enquanto que para o Beija-Flor, outro resultado que não seja a vitória não vai interessar. E se vencer no tempo regulamentar, terá que vencer também na disputa dos pênaltis para ficar com o caneco.



O jogo

Nos primeiros dez minutos de bola rolando, a equipe do Beija-Flor apresentou maior volume de jogo chegando com maior presença na área adversária. Porém, foram dos pés de Lutti, do Redentor, que a primeira boa chance de gol aconteceu.

Aos 17 minutos o atleta recebeu bom passe de forma frontal à meta e tentou finalização de voleio, mas a potência do chute saiu fraca e acabou facilitando a defesa do goleiro Murilo.

Aos 29 novamente Lutti ofereceu perigo ao adversário depois de puxar contra-ataque em descida com velocidade pelo lado esquerdo. O jogador invadiu a grande área e bateu rasteiro, sem ângulo, e acertou a rede pelo lado de fora.

Aos 32, o Peba, relativamente melhor na partida, chegou a balançar a rede de Murilo em gol de Nenê que foi anulado após impedimento assinalado pelo assistente Manoel Rozendo.


Foto: Juliano Gomes / TNRB

Nos acréscimos da etapa foi a vez do Beija-Flor chegar com perigo em chute de longa distância do meia William, em que a bola passou sobre a meta de Vinicius.

No segundo tempo, o Beija-Flor impôs mais velocidade na partida após a entrada do atacante Caíque, que conduziu boas jogadas ofensivas ao time da Zona Leste.

O jogador deu mais mobilidade ao lado direito de sua equipe, e, apoiado pelo lateral Felipe, levava perigo à defesa do Peba, que teve de trabalhar bastante na primeira metade da etapa complementar.

Quando o jogo direcionava que o empate resultaria no placar final, Nenê apareceu novamente para desequilibrar e balançar a rede de Murilo, desta vez de forma válida, para tirar o zero do placar e colocar sua equipe em vantagem. O atleta recebeu ótimo lançamento de Julio, invadiu a grande área pela direita e em batida rasteira, cruzada, fez o gol que credenciou o triunfo sobre o Beija-Flor. Final, Peba em vantagem na decisão, um, Beija-Flor zero.

Abre aspas

Apesar de considerar que sua equipe tenha sido tecnicamente superior, o treinador Batata, do Beija-Flor, sentenciou o motivo da derrota de seu time ao não aproveitamento das oportunidades de gol que foram criadas ao longo da partida:



Já Lutti, do Redentor, um dos destaques do jogo, falou entre outras coisas com relação a colheita dos bons frutos que o Redentor está tendo mediante ao trabalho gradativo, evolutivo, que foi plantado no começo da temporada:



O duelo de volta entre ambas as equipes acontecerá na manhã do próximo domingo (11/11) às 09:40 novamente no estádio Alfredo de Castilho. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.