PESQUISE

No quarto final, Bauru perde força e tropeça em casa para o São José no NBB

Redação TNRB / Bauru Basket

Coimbra, do São José e Lucas Mariano, do Bauru
Foto: Arthur Marega Filho

Após vencer o Minas no Panela de Pressão na última quinta-feira (08/11) por 81 a 68, o Bauru Basket voltou à quadra na noite deste sábado (10/11) para enfrentar o São José pela sua nona partida no Novo Basquete Brasil.

Pelo placar de 63 a 75, o Dragão perdeu para o time joseense e acumulou sua sexta derrota (a quarta em casa) e segue mal na competição. Com 12 pontos somados, o time bauruense caiu para o 11º lugar na tabela de classificação com aproveitamento de 33,3%. O São José, por sua vez, conquistou seu segundo triunfo em cinco partidas e subiu para ocupar o posto que pertencia ao Bauru, a 10ª colocação com 7 pontos e 40% de aproveitamento.

Na partida, o Bauru pode enfim contar com o retorno do armador Fúlvio, que se recuperou de lesão na panturrilha esquerda, mas que não esteve 100% apesar de ter atuado pouco mais de 21 minutos. Por outro lado, Jefferson e Cauê Verzola sentiram desconfortos musculares e não puderam colaborar com seus companheiros até o final do jogo. O armador, no sacrifício, ainda conseguiu atuar 21 minutos enquanto que o ala/pivô atuou apenas 2:52. Jé, que sentiu um desconforto no músculo posterior da coxa esquerda, acabou sendo poupado pelo Departamento Médico e Comissão Técnica. 



Com grande atuação do pivô Lucas Mariano, que carregou a pontuação bauruense ao se tornar o cestinha da partida com 23 pontos, o Bauru até conseguiu fazer um jogo parelho com seu oponente até a cinco minutos do fim, quando a baixa rotação decorrente da ausência de atletas, aliada ao desgaste físico dos sobrecarregados jogadores bauruenses foram fundamentais para que o time da casa não conseguisse segurar a boa reação dos joseenses, que aproveitaram a oportunidade e triunfaram em território adversário.

Ao final da partida, o treinador Demétrius Ferracciú disse, no entanto, que o time precisa pensar jogo a jogo. "Cada jogo é de uma maneira. Hoje perdemos porque não tivemos um bom aproveitamento nos arremessos, nosso ataque travou em alguns momentos e perdemos o domínio da partida. O São José se aproveitou disso, virou no melhor momento deles e não conseguimos nos recuperar. É ter paciência e consertar os erros", declarou o treinador. 

Já Renato Scholz teve uma boa atuação individual, mas não o suficiente para a que ajudasse sua equipe a conquistar a vitória. "Infelizmente não conseguimos virar o jogo. Fizemos um último período muito ruim e levamos 30 pontos. Agora é trabalhar ainda mais porque temos dois jogos fora de casa e conseguir as vitórias lá, serão importantes", diz o camisa 7, que teve 11 de eficiência na partida de hoje. 

O jogo


Hélio, do São José e Fúlvio, do Bauru
Foto: Arthur Marega Filho

No primeiro quarto de partida, o São José abriu boa vantagem no placar ao fazer 2 a 7. Bauru, então, se recuperou, tirou a diferença até empatar e virar o placar em cesta de Lucas Mariano: 11 a 9.

A equipe conseguiu manter o controle da partida, quando fechou a primeira parcial em vantagem vencendo pelo placar de 16 a 12. Lucão, inclusive, foi o principal nome bauruense no quarto ao anotar 9 pontos. Cauê, apesar de zerado, pegou três rebotes e também colaborou com a equipe.

Pelo lado de São José, o pivô Coimbra foi o grande destaque ao anotar 2 pontos e 5 rebotes (3 defensivos). O armador argentino Fabián Sahdi também teve boa aparição ao colaborar com 5 pontos e 2 rebotes defensivos.

2º quarto

No segundo período, por conta do equilíbrio e do bom jogo defensivo das equipes, a pontuação demorou a subir. A pouco menos de 6 minutos do fim do quarto, o placar apontava 2 a 3. O ala/armador André Santos, do Bauru, cometeu a terceira falta e ficou sob alerta durante o restante da parcial.

A 5:14 do fim do período, Lucas Mariano fez mais dois pontos e colocou 20 a 17 para o Bauru. Pedro, do São José, fez cesta e sofreu falta, converteu e empatou o jogo em 20 a 20.

Marcão, bem na partida, também pontuou em favor do Bauru. O São José então apresentou melhor postura, abriu vantagem no quarto e venceu a parcial em 12 a 17 (28 a 29 no placar da partida).

3º quarto

No terceiro período de jogo, apesar do equilíbrio inicial, Bauru conseguiu se desgarrar no placar ao abrir uma corrida de 8 a 0 para deixar 43 a 37. Pastor, com duas bolas de três e Johnson, com uma de dois, fizeram o São José encostar no marcador: 48 a 45 e fim da parcial com vitória bauruense em 20 a 16.

4º quarto

No último período o Bauru começou bem. Com uma cesta de três mais arremesso livre convertido por Enzo Ruiz, o Dragão abriu 4 a 0 e 52 a 45 no agregado.

Schneider converteu cesta de três e encostou o São José no marcador (52 a 48). Lucão também pontuou e abriu mais dois para o Bauru (54 a 48).

O São José, então, aproveitou do cansaço e das falhas bauruenses para abrir uma corrida de 19 a 4 e abrir vantagem para encaminhar sua vitória a menos de 3 minutos do fim.

O Bauru ainda chegou a pontuar com Fúlvio, mas infelizmente para os bauruenses não foi o suficiente para que evitasse a derrota pelo placar de 63 a 75 no Panela.


Sahdi, do São José, em arremesso de três pontos
Foto: Arthur Marega Filho

Números

Além de cestinha, Lucão somou para sua conta 5 rebotes e 3 assistências (eficiência de 22). Renato (com 14 pontos, 5 rebotes e 2 assistências) e Fúlvio (com 6 pontos, 3 rebotes e 8 assistências) também apareceram bem.

Pelo lado joseense, o coletivo fez a diferença. Quatro atletas anotaram dois dígitos de pontuação: Márcio Dornelles (14), Schneider (13), Sahdi (13) e Douglas Nunes (12). Douglas, inclusive, atingiu duplo-duplo ao conquistar também 10 rebotes (além de outras 4 assistências). Pedro, com 8 pontos, 6 rebotes e 3 assistências também chamou a atenção.

Na próxima partida, o São José voltará à quadra para enfrentar o Flamengo em casa, na quarta-feira (14/11) às 19:00 no ginásio Lineu de Moura, e o Bauru viajará para Joinville para enfrentar o time local na terça-feira (13/11) às 19:00 no Centreventos Cau Hansen, em Santa Catarina. Para esta partida, Bauru poderá contar com o retorno do armador Larry Taylor.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.