PESQUISE

Noroeste suporta pressão adversária e vence a primeira em casa na Série A-3

Redação
Léo Gonçalves comemora o gol com os demais companheiros de equipe
Foto: Bruno Freitas / ECN

Diante da torcida o Noroeste não apresentou bom futebol e venceu com placar magro a equipe do Olímpia pela quarta rodada do Campeonato Paulista da Série A-3.


Pouco mais de mil pessoas acompanharam a partida entre o Noroeste, que agora está no G4 da competição, enfrentando o lanterna Olímpia, em confronto realizado na noite da quarta-feira (30) no estádio Alfredo de Castilho. O resultado, embora positivo, não agradou o público presente que deixou o estádio vaiando a equipe comandada por Betão Alcântara.

O Jogo

Logo no primeiro minuto de jogo, o Norusca foi que deu a investida e em chute de fora da área disparado pelo meia Diego Souza, dava sinais de que teríamos um Noroeste com outra postura em campo, mas a bola passou longe da meta se perdendo pela linha de fundo.

Depois da primeira investida, o Noroeste se manteve no campo de ataque dando pressão no adversário que veio com a proposta de jogo retrancado e apostando em apenas "uma bola" para surpreender os donos da casa.

Sem criatividade no meio de campo, o alvirrubro apostou nas jogadas pelas laterais, setor que requer muita atenção, principalmente pelo lado direito com Pacheco que encontrava dificuldades em apoiar a defesa e o ataque.

Com mais volume na primeira etapa e sem objetividade no ataque, o Noroeste não passou de um empate na etapa inicial, decidindo a partida no segundo tempo.

Retranca e forte marcação dificultaram as ações noroestina na partida
Foto: Bruno Freitas / ECN

Após a volta do intervalo, o Noroeste continuou em busca do gol e em uma jogada dentro da grande área, a melhor da equipe na partida, o meia Diego Souza recebeu passe, girou sobre o marcador e no momento da finalização o zagueiro do Olímpia interceptou o lance com a mão. Pênalti para o Norusca!

Na cobrança e com categoria, o meia Léo Gonçalves deslocou o goleiro adversário para fazer o único gol da noite. Após substituições no decorrer da etapa complementar, promovendo as entradas de Igor Pimenta, Jackson e John Egito, o Noroeste caiu de rendimento e passou a sofrer pressão do adversário que encurralou a maquininha vermelha em seu campo de defesa levando sustos à meta de Cairo, que muito cobrou do sistema de marcação noroestino.

Após o sufoco e os três minutos de acréscimo, o Noroeste respirou aliviado com a vitória por 1 a 0 e a quarta colocação na tabela de classificação e mesmo assim a torcida presente não poupou os jogadores que deixaram o gramado sob vaias após os gritos de raça, raça, entoados das arquibancadas.

Próxima Partida

No próximo domingo, o Noroeste volta à campo para encarar o Barretos, que empatou com o Audax em Barretos e ocupa atualmente a sétima colocação com sete pontos enquanto o Norusca é o quarto com oito pontos somados. A partida será as 11h no Alfredão.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.