PESQUISE

Noroeste abre o placar, mas cede o empate no Alfredão

Redação
Atacante Caio Barbosa (bola) marcou o gol noroestino na partida
Foto: Bruno Freitas / ECN

Norusca tropeçou diante do São Bernardo, em 1 a 1, somou apenas dois pontos dos últimos seis disputados em Bauru e agora terá que buscar reabilitação fora de casa



Em partida em que ambos os times precisavam da vitória, um empate com gosto amargo para ambos os lados, após Noroeste e São Bernardo saírem de campo com 1 a 1 na tarde deste domingo (17), no Estádio Alfredo de Castilho, pelo Paulistão. Os gols foram marcados por Caio Barbosa, do Norusca, aos 21 minutos do primeiro tempo, e o empate veio aos 19 da segunda etapa, com Washington.

Em oito rodadas de um total de 15 jogos da fase de classificação, o Noroeste conquistou 14 dos 24 pontos disputados, sendo três vitórias e cinco empates, ainda invicto na competição e no G4. Já o São Bernardo, caiu para a 12.ª colocação, agora com 8 pontos, e segue encostado na zona de rebaixamento à Série B do Campeonato Paulista, apenas dois degraus acima do Z2.

O JOGO

Em campo, três ex-jogadores do Noroeste enfrentaram o Norusca no Alfredão, todos com passagens recentes, entre 2017 e 2018, o zagueiro Marcelo Augusto, o lateral-esquerdo Ricardinho e o atacante de beirada Renatinho. E foi dos pés do próprio Renatinho que surgiu a primeira chance de gol, do São Bernardo, aos 10 minutos, após erro da defesa noroestina e contra-ataque que o jogador parou na defesa de Cairo, camisa 1 do Norusca. O Cachorroão jogava atrás, mas foi melhor nos primeiros 15 minutos, pressionando o Alvirrubro.

Leandrinho atuou durante todo o duelo e foi autor do passe que resultou em gol
Foto: Bruno Freitas / ECN

A recuperação foi rápida. A partir dos 17 minutos, o Noroeste passou a criar chances de gols, com o trio Talles Brener, Leandrinho e Caio Barbosa, até que o gol surgiu numa triangulação da esquerda, após troca de passes entre o lateral Renan e Talles, que achou Leandrinho. O atacante dominou de costas para o gol e com muita categoria virou o corpo e levantou a bola na medida para Caio Barbosa testar firme para o fundo do rede, 1 a 0. Dez minutos depois Caio teve outra chance de matar a partida, após a bola quicar dentro da área e ele fazer o arremate, que foi para fora.

No segundo tempo, o técnico noroestino Betão Alcântara manteve o time ofensivo, mas a equipe teve dificuldade com a forte marcação do São Bernardo, que sufocou a saída de bola do Noroeste até que conseguiram o empate, após o jogador noroestino receber uma carga faltosa nas costas. O árbitro não marcou falta e a bola foi espirrada na pequena área e Washington deixar tudo igual, 1 a 1.

O treinador do Norusca colocou o volante PV e os atacantes Pedro Felipe e Lucas Dantas nos lugares de Felipe Merlo, Talles Brener e Caio Barbosa, fornecendo velocidade ofensiva, mas o time não conseguiu marcar o segundo gol e deixou o gramado com apenas um ponto.

"PODERIA SER MELHOR, MAS ESTAMOS NO G4"

O técnico Betão Alcântara falou sobre o empate deste domingo. "Nós jogamos propondo o gol o tempo todo e abrimos o placar num momento importante que eu vinha cobrando bastante, que era nos primeiros minutos do primeiro tempo. Depois tivemos a chance do segundo gol, que poderia liquidar a fatura. As opções de frente que tínhamos hoje a disposição nós usamos, mas o nível da Série A3 é muito nivelado. Estamos em quarto, firme e forte. O grupo é bom e estamos na luta", destacou o treinador.

AGORA É JOGO DE SEIS PONTOS

O Alvirrubro folga nesta quarta-feira, com o período de cinco dias de semana cheia para poder se preparar para o próximo compromisso, contra o Capivariano, fora de casa, no sábado, às 17h. Será o chamado jogo de seis pontos, já que o adversário de Capivari é o atual terceiro colocado, com 15 pontos, um a mais que o Norusca.

Fonte: EC Noroeste


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.