Parceiro

Noroeste evita derrota e fica no empate com o Taboão da Serra

Redação
Richarlyson disputa jogada pelo alto com marcador do Taboão da Serra
Foto: Bruno Freitas / ECN

Alvirrubro evitou derrota com gol nos acréscimos do segundo tempo e segue sem perder, no G4; Taboão é o antepenúltimo, um degrau fora da zona de rebaixamento



Em partida na qual a emoção ficou guardada só para o segundo tempo, o Noroeste arrancou um empate na noite desta quarta-feira (13), contra o Taboão da Serra, no estádio Alfredo de Castilho, por 1 a 1. Resultado ruim para ambas as equipes, já que o Taboão, do técnico Baiano, é o antepenúltimo colocado com 5 pontos, um degrau fora do Z2, e o Norusca não conseguiu vencer jogando em seu domínio, vendo o líder Desportivo Brasil, agora com 17 pontos, vencer mais uma e se distanciar na ponta da tabela. Em contrapartida, o Noroeste segue sem perder, agora com 13 pontos e na quarta colocação.

O primeiro tempo foi um jogo morno, onde o goleiro Cairo pouco foi incomodado e o Noroeste teve três chances de gol, com Lucas Dantas, Rogério Maranhão e um chute de fora da área do volante Felipe Merlo que acertou o travessão. O lateral Ian, titular em todas as sete rodadas, desfalcou o Norusca ainda no primeiro tempo, com dores no músculo posterior da coxa direita. No lugar dele entrou o Meia Léo Gonçalves, que vinha sendo titular nas primeiras rodadas e iniciou a partida no banco.

Na segunda etapa, ambas as equipes buscaram a vitória e o Taboão fez o goleiro Cairo praticar três defesas difíceis. O Alvirrubro respondeu com finalizações de Talles Brener e Rogério Maranhão, mas não abriu o placar. O técnico Betão Alcântara promoveu as entradas dos atacantes Leandrinho e Pedro Felipe, nos lugares de Lucas Dantas e de Igor Pimenta. E logo no primeiro lance, Leandrinho por pouco não fez o gol em sua reestreia pelo Noroeste. Chute saiu pela linha de fundo.

Igor Pimenta (vermelho) fez parte da equipe titular pela primeira vez na A-3
Foto: Bruno Freitas / ECN

Aos 35 minutos, em contra-ataque, o camisa 10 do Taboão, Diego Souza, fez um drible desconcertante dentro da área e chutou rasteiro para abrir o placar, sem chances de defesa para Cairo. Golaço. O Noroeste, atrás do resultado, continuou pressionando e chegou ao gol de empate já nos acréscimos, aos 46 minutos, após bola alçada na área e testada firme do zagueiro Jean Pierre. Foi o quarto gol dele em 49 partidas com a camisa noroestina.

O resultado não agradou o técnico Betão Alcântara. "Em casa sempre o objetivo é a vitória. Precisamos vencer em Bauru e beliscar pontos fora. Mas sabíamos que seria um jogo difícil, porque é um time que também toma poucos gols, jogando com duas linhas de quatro e nós tentamos de todas as formas infiltrar. Ficamos com a posse de bola, usando os lados do campo. E no segundo tempo a nossa equipe voltou mais agressiva. Buscamos o gol o tempo todo, tivemos quatro ou cinco chances de gol, inclusive antes de eles marcarem. Depois do gol nossa equipe não desistiu e arrancamos o empate", avaliou o treinador do Norusca.

O Noroeste volta a campo no domingo, às 11h, contra o São Bernardo, novamente no Alfredão, pela 8.ª rodada. 

Fonte: EC Noroeste


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.