Parceiro

Em Franca, Bauru faz jogo de vida ou morte pelo NBB

LNB

Bauru precisa vencer Franca, no Pedrocão para seguir vivo no NBB
Foto: Victor Lira / Bauru Basket

O confronto entre Sesi Franca Basquete (1°) e Sendi/Bauru Basket (8°) chegou em um momento crucial. Com a vantagem de 2 a 0 na série, o time francano terá mais uma partida em casa para tentar fechar as quartas de final e eliminar o rival do interior pela primeira vez na história do NBB CAIXA.

Do outro lado, o Dragão confia em seu histórico de viradas nos playoffs da competição para surpreender o time da casa e ganhar moral em busca de outra recuperação na pós-temporada.

O Jogo 3 entre as equipes acontecerá nesta quarta-feira (24/04), no Ginásio Pedrocão, em Franca (SP), às 20h10, com transmissão ao vivo no BandSports.

Na segunda partida da série, realizada nesta segunda-feira, o Franca contou com grande atuação da dupla David Jackson e Lucas Dias, responsáveis por 45 dos 83 pontos da equipe, para vencer o Bauru novamente e ficar a um triunfos de garantir a vaga nas semifinais.

Para Lucas Dias, o tempo sem jogos durante as oitavas de final foi importante para acertar os últimos detalhes antes da estreia nos playoffs. Mesmo com a boa vantagem, nada está decidido, ainda mais jogando contra uma equipe como o Bauru.

“Todo mundo contribuiu. Melhoramos bastante nesse tempo sem partidas, ajustamos o que estávamos errando no campeonato. Sabemos da qualidade do Bauru. Eu já estive com a vantagem de 2 a 0 em uma série contra o próprio Bauru e não podemos achar que já está definido. Eles podem vir aqui no Pedrocão e ganhar um jogo, depois voltar para Bauru e complicar nossa vida. Temos que manter os pés no chão, respeitar o adversário. Tenho certeza que estaremos bem concentrados para fazer outro grande jogo na quarta-feira”, avaliou o camisa 9 de Franca.

Lucas Dias foi responsável por 20 pontos no Jogo 2 contra Bauru
(Newton Nogueira/Sesi Franca Basquete)

A temporada do time francano até aqui é muito positiva. Com dois títulos conquistados (Estadual e Liga Sul-Americana), um vice (Copa Super 8) e a liderança na fase de classificação do NBB CAIXA, a equipe tem o objetivo de chegar nas finais de mais uma competição.

Campeão no último ano com o Paulistano/Corpore, Lucas Dias credita o bom momento de Franca a união da equipe, que comprou a ideia de sempre estar lutando por títulos e sem depender exclusivamente de um jogador.

“Desde o início da temporada, no Campeonato Paulista, a gente criou alguns objetivos para serem alcançados, que era de chegar nas finais, ser campeão e dar títulos para essa cidade. Todo mundo comprou essa ideia e de pouquinho em pouquinho estamos fazendo com que o jogo flua para cada um. Hoje foi o David Jackson, amanhã pode ser o André, depois o Elinho. Não tem vaidade no nosso time, uma característica muito importante para a gente”, completou o ala/pivô.

O armador Elinho espera a classificação já nesta quarta-feira para evitar uma reação do Dragão
(Newton Nogueira/Sesi Franca Basquete)

Um dos destaques da equipe na competição, o armador Elinho falou sobre a importância de sacramentar a classificação no jogo desta quarta-feira, para evitar que o adversário ganhe mais confiança na sequência da série.

“Nosso foco principal era ganhar o primeiro jogo lá em Bauru. Esse sistema de jogar a primeira partida fora é complicado, pois se você perde no Jogo 1 a vantagem pode mudar de lado. Não podemos pensar que são mais três jogos, se a gente perder o próximo a moral inverte. Então precisamos entrar em quadra pensando que é jogo único para fechar a série e avançar às semifinais”, afirmou o armador Elinho.


Bauru foca em uma defesa melhor para seguir vivo


A situação do Bauru não é das mais animadoras. Em desvantagem (0 a 2), a equipe precisa vencer o Jogo 3 de qualquer maneira para permanecer viva no NBB CAIXA 2018/2019.

Para o experiente ala Alex Garcia, as falhas na defesa foram determinantes para o triunfo francano na última partida.

“No primeiro tempo, deixamos a equipe de Franca jogar muito confortável. Eles fizeram 50 pontos, não há defesa que segure. No segundo tempo, seguramos um pouco mais, diminuímos o volume deles. Mas depois voltamos a errar defensivamente, o que gerou muitos pontos fáceis para eles. Não tem muito segredo, se a gente quiser vencer vamos ter que marcar melhor. Com uma boa defesa, o ataque funciona melhor, e podemos vencer a próxima partida se isso acontecer”, avaliou o Brabo.

Segundo Alex, a defesa foi o ponto negativo do Bauru nas duas primeiras partidas
(Victor Lira/Bauru Basket)

Se depender do histórico de viradas, os torcedores bauruenses podem ficar esperançosos. Na história do NBB CAIXA, em apenas seis oportunidades a equipe que perdia uma série por 2 a 0 conseguiu virar. Dessas seis, duas foram protagonizadas pelo Bauru, na temporada 2016/2017 (contra Pinheiros e Paulistano).

Presente na campanha do título daquela temporada, Alex acredita na reviravolta do confronto, desde que o Dragão entre em quadra focado e consiga impor dificuldades ao Franca.

“Precisamos entrar concentrados e bem focados. Fomos bem nos primeiros minutos desse jogo, mas depois nos distraímos muito na defesa e eles pegaram gosto, chutaram as bolas confortavelmente, e com confiança todo mundo acerta. No momento em que marcamos bem, eles começaram a errar e conseguimos voltar no jogo. Em nenhum dos dois primeiros jogos conseguimos coloca-los em dificuldades, se conseguirmos fazer isso, nossas chances de vencer são bem maiores”, disse o camisa 10.

Demétrius Ferracciú esteve presente nas viradas históricas do Bauru na temporada 2016/2017
(Victor Lira/Bauru Basket)

Para o treinador Demétrius Ferracciú, o Bauru vem sofrendo com a falta de consistência nas partidas, principalmente na defesa, o que acaba prejudicando no ataque, consequentemente.

“A gente vem lutando contra essa falta de consistência e precisamos criar isso dentro do jogo. A defesa também é uma parte essencial e estamos tendo algumas falhas. Com uma boa defesa, nosso ataque flui melhor e temos mais chances de vencer a partida. É isso que queremos em quadra amanhã”, afirmou Demétrius Ferracciú.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.