Parceiro

Time adulto da ABDA participa do Brasil Open de polo aquático no Rio de Janeiro

ABDA

Competição será no Rio de Janeiro, na piscina do Parque Aquático Julio Delamare,
totalmente recuperada com atuação da ABDA
Foto: Divulgação ABDA

A Associação Bauruense de Desportes Aquáticos (ABDA) participa entre os dias 12 e 16 de junho de mais uma edição do Brasil Open de Polo Aquático, um dos torneios mais fortes do ano da modalidade.

A competição de nível adulto é organizada pela Liga Brasileira de Polo Aquático (PAB) e será realizada no Parque Aquático Julio Delamare, no Rio de Janeiro, em uma piscina olímpica recentemente reinaugurada após total recuperação realizada pela ABDA que mantém unidade do Projeto Futuro no local.

Revitalizado – Desde 2017, a ABDA atua também na cidade do Rio de Janeiro, onde por meio de um contrato de cooperação, reabriu o Parque Aquático Julio Delamare, no Complexo do Maracanã, retomando as atividades esportivas naquele local. Hoje, na ABDA Rio, são atendidas 1.000 crianças gratuitamente, o que demonstra o comprometimento da associação com a sociedade, buscando incessantemente a integração social.

Fechado desde 2013, o parque aquático passou perto de ser transformado em um estacionamento do Maracanã, em projeto da reforma para a Copa do Mundo de 2014. Com a revitalização, volta a abrigar importantes competições como o Brasil Open de polo aquático.

Em 2013, as piscinas e dependências do Parque Aquático Julio Delamare
estavam abandonadas, sucateadas e sujas
Foto: Divulgação ABDA


A partir de 2017, com a parceria da ABDA, o parque foi todo revitalizado e, em 2019,
a piscina olímpica foi reinaugurada
Foto: Divulgação ABDA

Ao todo, oito equipes irão em busca do título do Brasil Open: ABDA, SESI-SP, Esporte Clube Pinheiros (ECP), Club Athletico Paulistano (CAP), Clube Paineiras do Morumby (CPM), Clube de Regatas do Flamengo (CRF), Fluminense Football Club (FFC) e Botafogo de Futebol e Regatas (BFR).

Masculino – Para reforçar o time masculino da ABDA, composto por atletas em sua maioria bem jovens, dois jogadores húngaros foram convidados para fazer parte da equipe na competição. “Recebemos o reforço de um jogador de centro com 2 metros de altura e um canhoto que já participou de outros jogos pela ABDA”, conta o técnico Attila Sudar, que também é húngaro.

Sudar é ex-jogador de polo aquático, foi medalha de ouro pela Hungria nos Jogos Olímpicos de Verão de 1976 em Montreal, no Canadá, e bronze nos Jogos Olímpicos de Verão de 1980, de Moscou, na Rússia. É responsável pelo “jeito húngaro de jogar” que tem ensinado às crianças da ABDA, desde 2011.

Feminino – A equipe feminina da ABDA vai para a competição embalada pela sua mais recente conquista, o título de campeã da Copa São Paulo Adulto feminino, cujas finais foram realizadas em maio, em São Paulo (SP).

No dia da inédita conquista, o técnico Emerson Martins pontuou que a Copa São Paulo era uma competição preparatória para o Brasil Open que viria agora em junho, um novo desafio para as atletas da ABDA.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.