Parceiro

Atletas de polo aquático da ABDA são avaliados por pesquisadores da Unesp


Testes avaliam desempenho e possibilitam ajustes nos treinos, com prescrições que corrijam possíveis deficiências
Foto: Divulgação

Dando prosseguimento aos experimentos realizados na Associação Bauruense de Desportes Aquáticos (ABDA) pelo Laboratório de Fisiologia e Desempenho Humano (LAFIDE) da Universidade Estadual Paulista (Unesp), os atletas da equipe de polo aquático masculino participaram, em junho, de uma bateria de avaliações, visando o levantamento periódico da capacidade física dos atletas.

As avaliações fazem parte da parceria firmada entre ABDA e Unesp para a realização de experimentos científicos junto aos atletas da associação, por meio do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Motricidade, mestrado e doutorado.

O coordenador do LAFIDE, professor Dr. Alessandro Moura Zagatto, conta que neste conjunto de avaliações foram aplicados testes de agilidade, de salto e de limiar anaeróbico. Cada um deles avalia diferentes aspectos do desempenho dos atletas. “A ideia é começar com o polo aquático masculino, em seguida avaliaremos o feminino, natação e atletismo. Serão feitos testes de forma periódica, que vão possibilitar ajustes nos treinos e avaliar como estão os atletas, permitindo fazer prescrição em cima dos valores encontrados e corrigir possíveis deficiências” explica.
Zagatto detalha como foi cada um dos 3 testes aplicados nos atletas de polo aquático masculino:

- Testes de agilidade ou habilidade de esforço repetido (RSA): avalia a capacidade de nadar distâncias curtas, como 9 metros. É mensurado o ir e voltar com intervalo curto e a queda de desempenho nesse percurso. Quanto menor a queda, melhor a capacidade que o atleta possui de se manter na piscina durante um jogo.



- Testes de salto: cada atleta realizou 3 saltos sobre uma plataforma que consegue medir força, potência, aceleração, tempo de reação (resposta), tornando possível avaliar toda a capacidade neuromuscular dos membros inferiores. É possível verificar se o atleta responde rápido, qual a força que possui e sua capacidade de aplicação desta força. Essas variáveis compõem o índice da parte da perna, altamente importante na prática do polo aquático.



- Testes de limiar anaeróbio: realizados com coleta de sangue dentro da água, objetiva determinar o limiar anaeróbio, que é o índice de resistência de nado dos atletas. É um teste usado tanto na avaliação quanto na prescrição do treinamento.



A parceria entre ABDA e Unesp foi idealizada, no início de 2019, pelo coordenador do LAFIDE, o mantenedor da ABDA Claudio Zopone e o coordenador da ABDA Vinicius Marques.

Profissionais e professores da Unesp envolvidos na parceria:

Dr. Alessandro Moura Zagatto (coordenador do LAFIDE)
Gabriel Motta Pinheiro Brisola (educador físico, aluno de doutorado)
Elvis de Souza Malta (educador físico, aluno de doutorado)
Rodrigo Araujo de Poli (educador físico, aluno de doutorado)
Yago Medeiros Dutra (fisioterapeuta, mestre)
Gabriel Machado Claus (educador físico, aluno de mestrado)
Vithor Hugo Fialho Lopes (educador físico, aluno de mestrado)
Julia Bombini Faustini (biomédica, aluna de mestrado)
Financiadores:

FAPESP Processo 16/11076-6. Projeto “Suplementação de beta-alanina associado ao treinamento intervalado de alta intensidade no desempenho e na manifestação dos processos de fadiga central e periférica durante sprints repetidos”

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.