Parceiro

Noroeste joga melhor, perde em Rio Claro e deixa de assumir G4

Chico (vermelho) recebe dupla marcação em partida vencida pelo Rio Claro
Foto: Bruno Freitas / ECN


O Noroeste, jogando fora de casa, sofreu revés diante do Rio Claro, por 1 a 0, na manhã deste domingo (15), no Estádio Municipal Augusto Schimidt Filho, pela quarta rodada do grupo 2 da Copa Paulista 2019. Com o resultado, o Alvirrubro deixou de assumir o G4 e segue na 5.ª posição, com três pontos. Já o Galo Azul, foi a 7 pontos e subiu da 4.ª para a 3.ª colocação.

O Norusca jogou melhor, teve mais volume de jogo e começou pressionando a equipe mandante, chegando com o primeiro perigo de gol logo aos 13 minutos. Diego Souza bateu cruzado, na direção do companheiro Chico Clavero, e o zagueiro adversário cortou a bola, que passou rente ao travessão. Aos 16 minutos, Chico recebeu na entrada na área e bateu forte, para a defesa do goleiro Thiago Passos. O Rio Claro respondeu com seu primeiro chute aos 19, para fora. Mas foi aos 23 que abriu o placar. O Galo Azul ganhou campo de ataque pela direta até que um cruzamento na pequena área encontrou o camisa 9 Tadeu, que se jogou para empurrar a bola para o fundo da rede do goleiro noroestino Tales, 1 a 0.

O time de Bauru chegou a empatar o jogo, aos 33 minutos, após cruzamento do lateral-direito Arthur que encontrou Diego Souza dentro da área. O meia bateu de primeira e balançou a rede, mas a arbitragem marcou impedimento, muito reclamado pela comissão técnica do Norusca. O árbitro José de Araújo Ribeiro Junior, inclusive, foi conivente com a violência, permitindo muitas cargas faltosas e quando parava o jogo, não aplicava a regra do cartão amarelo, reclamou o clube.

Lateral-esquerdo Renan tenta passar pela marcação rioclarense
Foto: Bruno Freitas / ECN

No decorrer do segundo tempo, o técnico Gilmar Minelli, promoveu as entradas do atacante Éveton no lugar do meia Diego Souza, do centroavante Lucas Torres na lugar de Yamada e do meia Igor PImenta no lugar do volante Felipe Merlo. O time se pôs mais ainda ao ataque, com o Rio Claro mais desgastado fisicamente, e quase chegou ao empate em dois lances. O primeiro com arremate cruzado de Chico, que passou rente a trave, e depois o zagueiro/volante Matheus Blade fez uma linda jogada pela direita, driblou dois adversário, invadiu a área e bateu com meia força, esbarrando na defesa de Thiago Passos.

Já nos acréscimos, aos 47, o defensor do Galo Azul cortou claramente a bola com a mão, na frente do árbitro José de Araújo Ribeiro Junior, que mais uma vez não aplicou a regra do pênalti e deixou o jogo seguir e encerrando o confronto no lance seguinte, dando a vitória ao time da casa.

O técnico Gilmar Minelli falou sobre o resultado após o término da partida

"Sabíamos que seria um jogo disputado, muito difícil, como foi, e no primeiro tempo conseguimos criar situações de gol, com jogadas lúcidas. Já no segundo tempo nós pecamos um pouquinho, pela ansiedade de empatar logo, sem fazer as ultrapassagens nas laterais. Colocamos (no segundo tempo) um homem de referência, que é o Lucas. Os meias Diego e Yamada, que são leves, sofreram muito no jogo, pelas faltas, que forma muitas, e nós não conseguimos sair dessa situação e empatar", comentou o treinador do Norusca.

O Noroeste volta aos treinos nesta terça-feira e se prepara para receber o líder XV de Piracicaba no próximo domingo, dia 21, às 10h, no Estádio Alfredo de Castilho, em Bauru.

Fonte: EC Noroeste


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.