Parceiro

Beija-Flor e Octávio Rasi vencem na abertura das 4ªs

Felipe Barreto (bola) marcou golaço de falta para a equipe do Beija-Flor
Foto: Nino Felipe / Divulgação


Quatro partidas de alto nível agitaram o domingo de rodada da Copa Semel na primeira rodada da fase quartas de final em que o atual campeão e o Octávio Rasi se destacaram por suas respectivas vitórias na briga por uma das vagas nas semifinais.

Horácio Alves Cunha

Abrindo os confrontos do Estádio do Jardim Bela Vista, 100% Gasparini e Portuguesa duelaram diante de bom público que acompanhou o empate entre ambas equipes pelo placar de um gol, não sendo interessante para a Lusa bauruense em termos de classificação já que a pontuação da fase vigente segue somando com a fase anterior e nesse caso, os lusitanos chegaram a 24 pontos e estão em situação delicada na tabela, não podendo tropeçar em nenhum dos três confrontos restante , já dependendo de combinação de resultados para seguir viva na disputa. O Gaspa por sua vez depende apenas de si para avançar tendo em vista que os próximos três confrontos são diretos na briga pela vaga.

No duelo de fundo, com as arquibancadas tomada pelos expectadores, Oriente e Comercial fizeram duelo acirradíssimo e também ficaram no empate porém com dois gols para cada lado. Com 33 pontos, o Tigre do 9 de Julho é o vice-líder enquanto o Galo do Jardim Petrópolis aparece na terceira posição com 31 pontos conquistados. 

Mirante Ferroviário

Com vitória consistente sobre o adversário, o União Octávio Rasi bateu o Redentor por 3 a 1 e chegou a quarta colocação ao somar 30 pontos e colocar ainda mais fogo na briga pela classificação, deixado o Peba em sexto lugar com 27.

No duelo de fundo, o atual campeão fez o seus dever em campo e venceu o Parquinho com propriedade pelo placar de dois a zero em meio a polêmica levantada pelo dirigente Branco da equipe parquinhense ao relatar no microfone da rádio Jornada Esportiva que fazia a transmissão da partida, que o assistente Rubens José de Moraes (Fuminho) havia pedido dinheiro para a equipe, dois dias antes do duelo, alegando necessidade financeira e em troca, facilitaria o resultado da partida, conforme imagens que circulam pelas redes sociais exibindo a suposta conversa do assistente de arbitragem da Semel e um dirigente do Tricolor cuja identidade não foi revelada. Alterado, Branco e a cúpula do Parquinho solicitou que o assistente não trabalhasse na sequência do duelo, momento em que o Beija vencia por 1 a 0.

A organização da competição e o responsável pela arbitragem da Copa Semel ainda não se posicionaram publicamente sobre a declaração. Na classificação geral, o Parquinho é o quinto colocado com 29 pontos e o Beija-Flor segue na liderança com 36 pontos.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.