Parceiro

Noroeste comunica a FPF o interesse de sediar a Copa SP

Clube aguarda resposta da Federação Paulista para integrar a maior competição de base
Foto: Bruno Freitas / ECN


O Noroeste pode voltar a disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior quatro anos após a sua última participação, ocorrida em 2016. O Norusca enviou comunicado à Federação Paulista de Futebol, esta semana, sinalizando o desejo de disputar e ser uma das sedes da maior competição júnior do País, em janeiro de 2020, com parceria da Semel e empresários. Se confirmar, as partidas serão no Estádio Alfredo de Castilho.

O clube informou que a vontade de voltar à disputar a competição era um sonho vivo e sempre presente durante esta gestão, mas que teve de ser adiado inúmeras vezes por diversos fatores, especial financeiros. Este ano, quase não houve tempo hábil novamente para este planejamento, pois havia um compromisso do clube com a empresa RN Sports onde na rescisão da parceria, a empresa ficou com o direito de preferência em montar a equipe, o que não ocorreu. Como o prazo para manifestar oficialmente o interesse em disputar a competição decorreu sem que a parceira formaliza-se a preferência, o clube então procurou o apoio da Semel e patrocínios para viabilizar este objetivo.

Luciano Sato, coordenador das categorias sub-15 e sub-17 do Alvirrubro, também está à frente deste projeto de retorno do Noroeste à Copinha e será o treinador da equipe.

“Dialogamos com o secretário Alexandre Zuicker e ele colocou a Semel à disposição. Enviamos comunicado à Federação e aguardamos uma resposta nos próximos dias. Acredito que dê certo e o Noroeste retorne à Copa São Paulo”, disse o presidente em exercício Toninho Rodrigues, por meio da assessoria de imprensa do clube.

O coordenador e técnico Luciano Sato salienta que a Semel entrará como apoiadora nos transportes de todas as equipes e que empresário parceiros, além de um investidor, que não quis se identificar, farão aporte para alojamentos, alimentação e serviços de lavanderia.

Semel

Alexandre Zwicker, secretário da Semel, também falou da união entre Noroeste e a pasta. “Depois de quatro anos conseguimos com algumas parcerias trazer novamente a Copa São Paulo para o município. Estamos buscando parcerias há quase seis meses para viabilizar essa sede no município. Ainda no ano de 2019, a Semel viabilizou os campeonatos nas categorias de base do Norusca. Certamente no ano de 2020 grandes parcerias serão realizadas para retornar o clube nas divisões de elite do futebol paulista”, disse Zwicker, por meio da assessoria de imprensa noroestina.

Dentro de campo

Luciano Sato destaca que o time montado será forte, contando com atletas emprestados do do Athletico Paranaense e do Flamengo, além de contar com destaques da equipe sub-17 noroestina que disputou o estadual em 2019 e jogadores da base que estavam com o profissional. Sato cita os exemplos do meia Paulinho, o volante Déxter, o goleiro Juan, o zagueiro Pedro da Dalto, o volante Gustavo ‘Kinde’ e os atacantes Luccas Paraízo e Caio. Serão aproveitados outros jogadores, que estão sendo avaliados no dia a dia, nos treinos em Iacanga, além de atletas que vêm por empréstimos de outros clubes e jogadores que já vinham sendo avaliados nos últimos meses, por meio do monitoramento feito pela comissão técnica da base nos últimos meses, inclusive no Paulista. Os atletas serão apresentados pelo clube, oficialmente, em dezembro.

Time com ao menos 30 nomes

“Caso o Noroeste seja confirmado como sede, e acreditamos que isso ocorra, contaremos com ao menos 30 atletas aptos para a disputa da competição. O Caio Tuler, supervisor de futebol do Noroeste, já está providenciando, desde segunda-feira,  todos os contratos (vínculo amador) e as inscrições dos jogadores junto à Federação”, finaliza Sato.

Na foto, no topo da página, o volante Déxter, às esquerda, de 17 anos, e o meia Paulinho, à direita, de 18 anos. Ambos estavam com o time profissional.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.