Parceiro

Sesi Vôlei Bauru marca presença no lançamento oficial da Superliga 2019-2020

Representantes das equipes feminina da Superliga marcaram presença no evento
Foto: Gaspar Nóbrega / Inovafoto / CBV


Depois de vencer Osasco pelo Campeonato Paulista 2019, na última quarta-feira, 16, e garantir a vaga para a semifinal sem precisar participar das quartas de final, o Sesi Vôlei Bauru marcou presença nesta segunda-feira, 21, no Hangar da Gol, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), na festa de lançamento oficial da vigésima-sexta edição da Superliga Feminina 2019/2020.

O evento contou com técnicos, atletas e dirigentes dos 24 times (masculino e feminino) participantes do campeonato: Itambé Minas (MG), Dentil Praia Clube (MG), Osasco/Audax (SP), Sesi Vôlei Bauru (SP), Sesc-RJ, São Paulo FC/Barueri (SP), Fluminense (RJ), Curitiba Vôlei (PR), Esporte Clube Pinheiros (SP), São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), Valinhos (SP) e Flamengo (RJ).

A rodada inaugural feminina terá todos os seis jogos no dia 12 de novembro. O Sesi Vôlei Bauru encara o Pinheiros no Henrique Villaboin, em São Paulo (SP); o atual campeão Itambé Minas visita o Flamengo, no ginásio do Tijuca Tênis, no Rio de Janeiro (RJ); O Valinhos enfrenta o Dentil Praia Clube, no Municipal, em Valinhos (SP); Em São Caetano (SP), o São Cristóvão Saúde/São Caetano joga com o Osasco/Audax no Lauro Gomes; O Curitiba Vôlei recebe o Sesc-RJ, na Universidade Positivo, em Curitiba (PR); e o José Correia, em Barueri, será o palco do duelo entre São Paulo FC/Barueri e Fluminense.

A maior novidade desta temporada está por conta dos playoffs. Em ambos os naipes os duelos de quartas de final, semifinais e finais serão todos disputados em série melhor de três. As finais da competição feminina estão programadas para os dias 14, 18 e 26 de abril. O número de vitórias virá antes dos número de pontos.

Estrangeiras e expectativas

Outra característica marcante destes 26 anos da Superliga é a participação de atletas estrangeiros das principais seleções do mundo. Nesta temporada não será diferente. Ao todo são 18 atletas estrangeiros inscritos. Há atletas da Argentina, de Cuba, da Colômbia, Itália, Venezuela, Estados Unidos, Marrocos entre outros. A oposta Polina Rahimova, do Azerbaijão, jogará no Brasil pela primeira vez, defendendo o Sesi Vôlei Bauru e está ansiosa pela estreia.

“Tenho grandes expectativas para esta temporada. Claro que cheguei aqui tendo o título como maior objetivo, mas pretendo evoluir como atleta e contribuir bastante com o clube. Temos uma equipe muito competitiva e quero dar o melhor de mim”, disse Polina, em entrevista à assessoria de imprensa da Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

“O Paulista está sendo um campeonato muito forte, muito bom para o nosso grupo que é novo e tem tido bons resultados e um bom entrosamento. Estamos perto do fim do Campeonato Paulista e, assim que acabar, vamos focar cem por cento na Superliga. Temos um grupo interessante, em que todas as atletas podem entrar em quadra e fazer o seu melhor. Estamos confiantes para um bom campeonato”, destacou o técnico Anderson Rodrigues.

Além do técnico Anderson Rodrigues, da oposta Polina Rahimova, das ponteiras Sarah Wilhite e Gabi Candido, da levantadora Dani Lins, o Sesi Vôlei Bauru foi representado no evento pelo supervisor Renato Tavolari e pelo diretor do Sesi, Clóvis Cavenaghi.

Transmissões na TV e WEB

A Superliga 2019/2020 estará disponível para os amantes da modalidade através da televisão e da internet. Os jogos serão televisionados pelos canais SporTV e TV Cultura, outra novidade nessa temporada, além do online, através do Canal Vôlei Brasil, da TV NSports, com a transmissão de 150 jogos – aliado a entrada do Pay-Per-View, e do Globoesporte.com.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.