PESQUISE

Noroeste recebe o Paulista em mais um difícil confronto na A3

Goleiro Pablo ainda não sabe o que é sofrer gols neste Paulistão
Foto: Bruno Freitas / ECN


A Série A3 de 2020 não tem jogo fácil. Neste sábado (8), as 16h, o Noroeste enfrenta mais um adversário de camisa, o Paulista de Jundiaí, atual campeão da Série B e que já foi Campeão da Copa do Brasil, em 2005, disputando a Taça Libertadores no ano seguinte. A partida será novamente no Estádio Alfredo de Castilho, com a expectativa de bom público. O confronto originalmente seria no domingo, mas foi antecipado pela Federação Paulista de Futebol por conta de transmissão de TV da Rede Família, cujo sinal não alcança Bauru.

O Alvirrubro abre a rodada como líder da primeira fase, com 9 pontos. Foram três vitórias nas três primeiras rodadas. O Norusca é também a única equipe que não tomou gol. O Paulista de Jundiaí entra em campo motivado para buscar sua reabilitação e deixar a incômoda zona de rebaixamento. O Galo é o 16.º colocado, com 1 ponto.

DETALHES

Como não houve rodada no meio de semana, ambas as equipes tiveram uma semana cheia para se preparar. O técnico noroestino Luiz Carlos Martins espera um confronto difícil e pediu muita atenção aos detalhes ao longo da semana.

"O grupo está de parabéns pelo que fez até agora. Eles estão conscientes e sabem da responsabilidade. Sabem que não ganhamos nada ainda. Tem muita coisa pela frente. Fizemos muitas movimentações ao longo da semana. Os atletas que estão jogando nós fizemos um trabalho diferenciado e aceleramos aqueles que serão opções no decorrer da partida. Vai ser mais um jogo difícil e eu venho falando isso: não tem jogo fácil nesta Série A3. É preciso ter atenção a todos os detalhes porque o adversário é perigoso e vai querer somar pontos", disse o treinador do Norusca.

Um dos destaques do sistema defensivo de Martins, que faz a bola correr na transição defesa e ataque, o volante Jonatas Paulista também falou sobre o momento do time.

"Os três primeiros jogos foram super difíceis. Sabíamos da importância de conseguir o maior número de pontos. Precisamos manter nosso padrão de jogo, respeitando a equipe adversária, com humildade e sabedoria pra fazer nosso jogo. A expectativa é de mais um jogo difícil, onde precisaremos estar atentos do início ao fim, para não sermos  surpreendidos dentro de casa", disse o camisa 7 do Alvirrubro.

MENOS VAZADO

O goleiro Pablo, um dos melhores goleiros da Série A3 neste início de campeonato, trazendo segurança para o time e realizando defesas difíceis quando foi acionado, falou sobre a intensa atenção do sistema defensivo com relação aos ataques adversários.

"Os três jogos que tivemos foram contra adversários que impuseram dificuldade pra gente e conseguimos não tomar nenhum gol. Mérito de todos. Que continue assim, estamos trabalhando para isso, com o nosso preparador de goleiros Bruno Uchôa, que exige muito de nós nos treinos específicos. Agradeço a Deus pelos resultados que conquistamos. Mas é passado e precisamos seguir focados em cada adversário. Temos mais um jogo duro, difícil, diante da nossa torcida. Sabemos da força do time do Paulista, mas sabemos também das nossas forças. Estamos preparados. Não temos um time só de 11, temos um grupo com grandes jogadores que estão trabalhando forte para que os resultados sejam conquistados. E sábado vamos buscar mais uma vitória, sempre respeitando o adversário", disse o goleiro Pablo. O camisa 1 do time tem 27 anos, 1,93m de altura, e foi revelado pelo São Paulo. Pablo foi destaque por dois anos seguidos como melhor goleiro da terceira divisão do Campeonato Paranaense, em 2018 pelo Arapongas e 2019 pelo Apucarana, equipe que detém seus direitos federativos. Ele está emprestado ao time de Bauru até o término da Série A3.

A arbitragem deste jogo mescla experiência com juventude. O áribitro principal é Daniel Luciano Fernandes, 37 anos, que apita há 10 anos. O assistente 1 é o jovem Felipe Camargo Moraes, 26 anos, que vai bandeirar a sua terceira partida profissional em Série A3. O assistente 2 é Danilo Nogueira da Silva, 36 anos, profissional da FPF desde 2013. O 4.º árbitro é Alester Tambelli, 30 anos.

BILHETERIA

As bilheterias do Alfredão abrem às 14h30 deste sábado. O ingresso na hora custa R$ 30,00 arquibancada e R$ 50,00 a cadeira coberta. Pagam meia-entrada estudantes munidos com carteirinha atualizada, dentro da validade e aposentados com documento do INSS. Crianças até 12 anos e portadores de deficiência têm entrada gratuita.

Fonte: EC Noroeste 


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.